ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 23º

Política

Acordo deve aprovar em novembro projeto que aumenta Mais Social

Projeto de lei amplia valor para R$ 450 e será votado em regime de urgência, garantem deputados

Por Silvia Frias e Jackeline Oliveira | 24/10/2023 10:34
Projeto que amplia Mais Social foi protocolado durante a sessão de hoje na Alems (Foto: Luciana Nassar)
Projeto que amplia Mais Social foi protocolado durante a sessão de hoje na Alems (Foto: Luciana Nassar)

O projeto do Executivo que amplia o pagamento do Mais Social de R$ 300 para R$ 450 irá tramitar em regime de urgência, com previsão de ser aprovado em novembro. Hoje, após a sessão, as lideranças vão se reunir para discutir o andamento do projeto de lei apresentado pelo Executivo.

Ontem à noite, o governador do Estado, Eduardo Riedel (PSDB), divulgou vídeo em que assinava o Projeto de Lei 45/2023 que trata do aumento do valor do benefício. Riedel falou que acredita na parceria e sensibilidade dos deputados na votação.

O 1º secretário da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), Paulo Corrêa (PSDB) fez a leitura do projeto hoje, durante sessão. Segundo o parlamentar, o regime de urgência irá garantir a celeridade na avaliação da proposta.

À reportagem do Campo Grande News, presidente da Assembleia, Gerson Claro (PP) disse que os deputados vão fazer acordo de liderança ainda hoje para garantir a rapidez na tramitação. "O goverandor consolida cada vez mais os compromissos de campanha e  os deputados vão cumprir sua função", afirmou.

O deputado estadual Pedro Kemp (PT) avaliou de forma positiva a proposta, sendo programa de "alta relevância".

O Programa Mais Social é auxílio financeiro criado em abril de 2021 para atender famílias em situação de vulnerabilidade social e insegurança familiar.

Em levantamento recente, divulgado em janeiro, o governo informou que atendia 87,2 mil pessoas, tendo à época excluído cerca de 3,9 mil por uso do auxílio para fins diversos, inclusive compra de bebida alcoólica e cigarros. A destinação mensal chega a R$ 26 milhões.

Em abril deste ano, o governo publicou decreto prorrogando o auxílio para 36 meses, podendo ser novamente ampliado por igual período.

O Mais Social é executado e monitorado SEAD (Secretaria Estadual de Assistência Social e dos Direitos Humanos.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

#matéria atualizada às 10h29 para correção de informação.

Nos siga no Google Notícias