A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/08/2013 12:37

Acusado de fraudes, Artuzi vivia de doações e passou fome no fim da vida

Aline dos Santos e Edivaldo Bitencourt, de Dourados
Artuzi morreu em decorrência de câncer. (Foto: Reprodução/SBT)Artuzi morreu em decorrência de câncer. (Foto: Reprodução/SBT)
Velório acontece em Dourados e e enterro será no RS. (Foto: João Garrigó)Velório acontece em Dourados e e enterro será no RS. (Foto: João Garrigó)

Empobrecido, sem dinheiro para remédios e sobrevivendo de doações de cesta básica. Na versão de amigos, esta era a situação do ex-prefeito de Dourados, Ari Artuzi, de 50 anos, no fim da vida. Ontem, ele morreu em decorrência de um câncer no intestino.

“Se tivesse roubado não ia ficar dependendo de doação de cesta básica e remédios, além de se tratar pelo SUS [Sistema Único de Saúde]”, afirma a vereadora Virgínia Magrini (PP). Para ela, a realidade não condiz com a de um homem acusado de receber R$ 500 mil por mês em fraudes. Doente, ele se alimentava por sonda, mas nem sempre tinha o alimento líquido.

“Nos últimos dias, ele passou fome porque não tinha esse alimento. Se tivesse roubado, usaria o dinheiro para manter a vida dele”, salienta a vereadora. Virgínia relata que o ex-prefeito sempre afirmava não ter feito nada de errado. “Se ele fez alguma coisa que não devia, foi por ingenuidade”, acredita a vereadora.

Em dez anos, Artuzi passou de caminhoneiro e presidente de associação de bairro a prefeito de Dourados. A primeira eleição foi conquistada em 2000, quando Artuzi se elegeu vereador. Depois, chegou à Assembleia Legislativa e em 2008 foi eleito prefeito. A derrocada veio em 2010, quando foi preso na operação Uragano, realizada pela PF (Polícia Federal). Ele ficou 90 dias presos e foi solto no dia seguinte ao anúncio de renúncia ao cargo.

Em dezembro de 2010, a Justiça determinou o bloqueio de seis imóveis em nome de Artuzi e a sua então esposa. O valor de R$ 854,73 também foi bloqueado. Em maio do ano passado, vacas, porcos e até um cavalo velho, avaliados em R$ 150 mil, foram a leilão judicial.

Longe da vida política, Artuzi relatou por diversas vezes ao Campo Grande News que enfrentava dificuldades financeiras. Ao ser informado que poderia pagar R$ 330 mil pelo custo da eleição fora de época, realizada após sua renúncia, rebateu que não tinha dinheiro nem para se tratar. O câncer foi descoberto em 2011.

“Meu tratamento todo é pelo SUS. Teve muito f.d.p. por aí que disse que eu roubei o dinheiro da prefeitura. Se eu tivesse roubado, meu tratamento tinha saído do meu bolso, seria particular”, afirmou, num tom de revolta, em julho deste ano.

Neste sábado, o velório de Artuzi atraiu mil pessoas em Dourados. Marcaram presença amigos e políticos sem mandatos. O caixão foi ladeado por quatro coroas de flores. O ex-prefeito será sepultado na cidade de São Valentim (Rio Grande do Sul), sua terra natal.



Eu admiro os homens corajosos que enfrentam os poderosos , ele foi um desses venceu nas urnas e conquistou o apoio da população , isso incomoda os grandes da política local e estadual por isso ele foi massacrado , ele tinha grande chance a chegar a ser Governador , quem se beneficiou com tudo isso ?
 
Alberto Romero em 25/08/2013 12:04:52
Que Deus o tenha.......foi um bom homem, injustiçado pelos poderosos,se tivesse roubado estaria no Sirio Libanes.....tomando água de coco....
 
augusto barbosa em 25/08/2013 06:00:23
Como cristão até podemos perdoar, porém os crimes cometidos por ele, nem a morte fará com que a justiça plena ocorra. Não podemos esquecer que ele pagou pelos erros cometidos ainda em vida e não é porque ele morreu que iremos passar uma borracha em tudo o que aconteceu e considera-lo uma pessoa de bem.
 
nelson silva em 24/08/2013 21:04:23
Pelo visto, o que aconteceu foi que ele não aceitou entrar no esquema dos tubarões...
 
Carlos Magno em 24/08/2013 21:00:13
Se me pedirem provas não vou conseguir, mas uma coisa posso descrever: esse é mais uma vítima da "máfia do voto". Os caras fizeram de tudo para provar ao povo de Dourados que o Artuzi não poderia ser prefeito de uma cidade grande, e conseguiram; resultado: mataram o homem de desgosto. Apareceu esse câncer maligno que destruiu sua vida. Do jeito que estou vendo, eles irão acabar também com a vida do Bernal em Campo Grande. Enquanto não tirarem o homem do poder, eles não ficarão satisfeitos. De uma coisa estou certo, eles serão julgados no último dia, por aquele que criou o céu, a terra e todas as coisas.
 
Olices Trelha em 24/08/2013 15:11:05
virginia magrini seu nome será lembrado nas próximas eleições imagina se todos que estão com canser tivesse que roubar pra se manter vivo se fosse a senhora intão tambem iria roubar artuzi provou do proprio veneno e o veneno é sus
 
milton lopes em 24/08/2013 14:56:42
QUERIDOS CORRELIGIONÁRIOS DA CLASSE MÉDIA E MÉDIA BAIXA, QUANDO ALGUÉM DE NÓS CHEGAMOS NO PODER TOME MUITO CUIDADO, COM OS BARÕES DOS VOTOS, VC SERÁ PERSEGUIDO ATÉ DESISTIR OU MORRER, NÃO IMPORTA O QUANTO ROUBOU, MAS SIM DE QUE APRISCO VC ERA. COMO DIZIA UM AMIGO MEU ; A LEI NO BRASIL E FORÇA DE EXPRESSÃO DOS FORTES EM DETRIMENTO DOS FRACOS.
 
jorge ferreira em 24/08/2013 14:10:44
Bem que ele poderia ter deixado uma cartinha, contando o que ocorreu por trás dos bastidores.
 
Marco Antonio em 24/08/2013 13:49:37
QUERO VER SE OS SENHORES DEFENSORES DA JUSTIÇA, VÃO DEVOLVER O QUE TOMARAM DE ARTUZZI, ELE ERA INOCENTE, SE COMETEU ERROS FOI PURA INGENUIDADE, OS APROVEITADORES QUE CERTAMENTE NÃO "MOLHARAM A MÃO" POR INVEJA DENUNCIARAM O SUPOSTO ESQUEMA. AGORA QUE O POBRE HOMEM MORREU VÃO APARECER OS CONSCIÊNCIAS PESADAS PARA AJUDAR A DEVOLVER OS BENS, DEVOLVER PRA QUE??? PRO MORTO??? GENTE INGRATA!
 
JARY GUASINA em 24/08/2013 13:26:23
A justiça brasileira é assim, a pessoa é considerada culpada até que prove o contrario, esse foi mais uma vitima da nossa justiça brasileira. Mas ainda bem que soube antes de morrer que sua honra foi restabelecida, pena que tarde demais, que deus possa confortar seus familiares, e que o sentimento de injustiça termine com juá absolvição. Não o conhecia, porem o que posso notar é que era um homem extremamente simples, talvez por isso tenha deixado-se incriminar com provas absolutamente ilícitas. É MUITO TRISTE!!
 
antonio carlos em 24/08/2013 13:25:45
Que sua alma possa descansar em paz. Os homens aqui na terra Artuzi, certamente pensam que fizeram justiça. Vai com Deus irmão em Cristo.
 
Rinaldo Ribeiro em 24/08/2013 13:24:43
É isto tenho que concordar se tivesse roubado tanto que como dizem não estaria tratando pelo SUS, algo de podre aconteceu.
 
Roberto Domingos em 24/08/2013 12:55:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions