A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

04/10/2013 13:42

Alex do PT acusa Mandetta de ser “conivente” e eles trocam acusações

Leonardo Rocha e Kleber Clajus
Alex diz que Mandetta foi conivente com defasagem no tratamento de oncologia (Foto:Marcos Ermínio)Alex diz que Mandetta foi conivente com defasagem no tratamento de oncologia (Foto:Marcos Ermínio)
Mandetta diz que declaração foi repugnante e que vereador foi omisso (Foto: Marcos ErmínioMandetta diz que declaração foi repugnante e que vereador foi omisso (Foto: Marcos Ermínio

O vereador Alex do PT afirmou que o ex-secretário municipal e deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM) foi conivente com a defasagem da área da oncologia e radioterapia da Capital, que resultou nas denúncias da operação Sangue Frio. O deputado rebateu as acusações e disse que a declaração do petista foi repugnante e que ele também foi omisso.

“Não se pode colocar a culpa da situação apenas no governo federal, só não vê quem não quer que houve uma conivência explícita das autoridades que gerou a situação crítica investigada na Operação Sangue Frio”, destacou Alex.

Mandetta além de classificar a declaração como repugnante, afirmou que Alex também foi omisso, pois nunca participou das prestações de contas feitas pela secretária na Câmara Municipal. “O senhor foi conivente também, estou aqui para colocar tudo que passei a frente da secretaria, que é um cargo duro, todos os presidentes boicotaram o SUS, Campo Grande resistiu de forma heróica”, destacou ele.

Alex voltou a afirmar que houve conivência, mas reconheceu que sua análise pode ser prematura já que a CPI ainda não apresentou seu relatório. “Se é prematura posso até concordar, mas não vamos terminar este trabalho em pizza, se não comprovarmos isto estaríamos participando de uma farsa”, enfatizou.

O deputado respondeu que esta análise do vereador era uma conclusão “política” e que já esteve muitas vezes na Câmara para explicar o que era feito na saúde. “É preciso separar o joio do trigo, nós usamos todas as armas possíveis para fazer a fiscalização, não faça conclusões pessoais”, apontou.

A discussão entre os dois foi exaltada, inclusive com pedidos para que o outro parasse de falar para que fosse dada a devida resposta. Alex era vereador quando Mandetta esteve a frente da secretaria de saúde, por isso houve a cobrança sobre sua fiscalização no setor.

Cedido – Quando foi questionado sobre a cedência de Adalberto Siufi pela prefeitura ao Hospital do Câncer, Mandetta afirmou que outros médicos e profissionais também foram cedidos ao Hospital Universitário, Santa Casa e Hospital Regional. “O que importa é se o profissional está cumprindo a carga horária, eu não tenho elementos para acusar, acredito que a CPI tenha mais provas para oferecer”, destacou.




Conivente, não é exatamente o termo apropriado neste caso. Quero crer que o Alex foi apenas meio brando na afirmativa.
 
Américo Soares de Souza em 04/10/2013 14:45:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions