A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

21/12/2011 12:38

André critica Cabral e diz que Rio não vai perder com divisão de royalties

Wendell Reis

O governador André Puccinelli (PMDB) voltou a criticar o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, na manhã desta quarta-feira (21), dizendo que é mentira deslavada dizer que o Rio de Janeiro perderá dinheiro que seria investido no pagamento de aposentados com a nova distribuição dos Royalties

O governador alega que Cabral chora de barriga cheia, exemplificando que com a proposta em estudo atualmente, o Rio receberia R$ 19 bilhões ao ano, contra R$ 108 milhões de Mato Grosso do Sul. Puccinelli chegou a pedir ajuda da imprensa para mostrar que as alegações de Cabral são inverídicas.

A confusão com a distribuição dos royalties começou quando o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva vetou a primeira proposta, do deputado Ibsen Pinheiro, de se dividir os royalties por igual entre todos os estados, o que geraria R$ 20 milhões mensais ao Mato Grosso do Sul, que hoje recebe apenas R$ 900 mil por mês.

Após a polêmica, o Governo Federal abriu mão de 10% da participação dele no que seria prospectado. Porém, o Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo não querem abrir mão de 1,5%. A partir daí, em uma reunião entre o senador Vital do Rego, o presidente do Senado, José Sarney, presidente da Câmara Federal, Marco Maia, e todos lideres de partido, foi feito um acordo para conseguir um meio termo. Entretanto, o Rio de Janeiro não aceitou e levou o Espírito Santo junto, aumentando a polêmica.

Puccinelli esclarece que com a nova proposta o Rio, São Paulo e Santa Catarina começariam com um pouco menos e os outros estados com um pouco mais, o que seria alterado com o passar do tempo. Porém, o Rio de Janeiro não receberia menos do que já recebe.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions