A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/07/2013 16:00

André resolve não substituir Beatriz Dobashi e adjunto será o interino

Zemil Rocha
André teria ficado muito entristecido com a saída de Beatriz Dobashi (Foto:Marcos Ermínio)André teria ficado muito "entristecido" com a saída de Beatriz Dobashi (Foto:Marcos Ermínio)

O governador André Puccinelli não tem a intenção de nomear um substituto para Beatriz Dobashi na Secretaria Estadual de Saúde (SES). “Não terá ninguém no lugar dela. O adjunto é que vai ficar respondendo pela pasta”, informou o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Jerson Domingos (PMDB), após conversar hoje com Puccinelli. "Pelo menos essa é a intenção por enquanto", ressalvou.

Nomeado há cerca de um mês, o odontólogo Antônio Lastoria é o atual secretário-adjunto de Saúde do Estado, tendo substituído Eugênio Martins Barros. Embora a orientação política seja que Lastória responda pela pasta interinamente, não chegou ainda à SES nenhuma determinação do governador nesse sentido.

Ele se desligou recentemente da Junta Interventora que administrava a Santa Casa de Campo Grande, com a devolução do hospital para a ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande).

Hoje saiu publicado no Diário Oficial do Estado a exoneração de Beatriz Dobashi do cargo de secretária estadual de Saúde. A saída ocorre depois que foi divulgada uma gravação telefônica em que Dobashi aparece apontando as dificuldades para os hospitais públicos receberem o acelerador linear para tratamento de doentes com câncer e tentando ajudar o Hospital do Câncer Alfredo Abrão a ficar com o aparelho disponibilizado pelo Ministério da Saúde para Mato Grosso do Sul.

Na conversa com o governador, o deputado Jerson Domingos diz ter percebido que o chefe do Executivo estadual estava “bastante entristecido” com a saída de Beatriz, que atua junto com ele há mais de 15 anos, desde a época em que foi prefeito de Campo Grande.

“O governador acha que quem conhece a Bia, como ela é chamada por nós, sabe que foi uma atitude de injustiça para com ela”, disse Jerson. “Sua atuação foi em questões que são administrativas, para atender a todos os hospitais. Interpretaram com o se fosse para beneficiar alguém”, lamentou o parlamentar.

 



Injustiça e ingratidão é o que acho estarem sofrendo a Secretária e o Presidente. Seus empenhos para salvar vidas, aliviar,sofrimentos,dotando o estado de extruturas fantásticas,como o que vinha acontecendo com o HRMS, que em breve seria,transformado no maior hospital do estado,mostram a ingratidão lembrada no poema de Augusto dos Anjos: "Vês! Ninguém assistiu ao formidável Enterro de tua última quimera. Somente a ingratidão-essa pantera,foi tua companheira inseparável! Acostuma-te à lama que te espera!O homem que nesta terra miserável mora entre feras,sente inevitável necessidade de também ser fera.Toma um fósforo.Acende teu cigarro!O beijo amigo é a véspera do escarro,a mão que te afaga é a mesma que te apedreja....Apedreja essa mão vil que te afaga. Escarra nesta boca que te beija".
 
Alicio Mendes em 03/07/2013 13:24:13
É uma pena que uma gravação, que mostra uma atitude administrativa, seja motivo de um apedrejamento moral de uma pessoa que tanto contribuiu para a Saúde Pública de Campo Grande e do nosso Estado. A Dra Beatriz Dobashi mudou toda a estrutura da saúde pública do nosso Estado, criando regras claras para a hierarquização, para o encaminhamento de pacientes do interior para cidades como Dourados e Campo Grande, estruturando a rede e criando novas estruturas quando as mesmas se fizeram necessárias. Conheci a Dra. Beatriz, quando fui secretário municipal de saúde de Dourados, e pude aprender muito com sua postura, sempre firme e correta. Espero em Deus, que a verdade venha à tona e possa lavar a honra dessa cidadã. Sei que estamos vivendo um momento ímpar na nossa história, de irmos ás ruas protestar e mostrar nossa insatisfação com tudo que aí está, mas é necessário cuidado com nossos julgamentos, pois eles podem ser parciais e não termos todos os dados para tal.
 
Takeshi Matsubara em 03/07/2013 09:32:08
Ano que vem o povo irá se lembrar destas atitudes, aguarde!!!
 
Jose Renato em 03/07/2013 09:11:04
".... em que Dobashi aparece apontando as dificuldades para os hospitais públicos receberem o acelerador linear para tratamento de doentes com câncer e tentando ajudar o Hospital do Câncer Alfredo Abrão" ????!!!!! Ajudando? Quanto $$$$$????
 
robson reis em 03/07/2013 08:59:10
Que dó da vontade de chorar, principalmente quando chega o pagamento que mal da para a alimentação, já sobre esta Sra é apenas uma ponta da linha a sujeira e maior com certeza. Todos só pensam no dinheiro e nesta vida que vai passar, no juízo muitos vão ranger os dentes.
 
Ronaldo Penedo em 03/07/2013 07:47:03
Delcidio do Amaral vem ai !!!!!!!!!
 
CELIO SILVA em 03/07/2013 06:43:07
Vão pra falência! mais um elo que se quebra e não conseguem achar outro para compor o grupo...entenderam???
 
samuel gomes-campo grande em 02/07/2013 23:21:03
Eu achei a Dra. Beatriz uma pessoa que não está entrosada com a equipe daqueles do hospital do câncer e hospital universitário.
O nosso Governador foi muito prudente nesta questão.
Parabéns governador pela prudência!
 
João Luiz Mendes em 02/07/2013 22:38:19
Caro colega "jerso" (como é chamado por nós), também estou muito entristecido, e acho que ficarei ainda mais se todos os envolvidos forem julgados e condenados, sniff
 
Eder Gonçalves em 02/07/2013 22:35:33
E AQUELE VELHO NEGOCIO, TROCOU SEIS POR MEIA DUZIA, FICA TUDO COMO DANTES. TROCOU SÓ OS " SANTOS ! " A PROMESSA CONTINUA A MESMA.

 
Silvio Serpa em 02/07/2013 18:27:07
Que triste governador achavamos que alguem deveria ser honesto no governo, mas infelizmente o senhor acabou com nossas esperanças, tenho certeza de seu carinho por ela, eu por exemplo acho o Beiramar uma excelente pessoa, mas ele tá preso né?
 
moacir cafaro em 02/07/2013 17:58:15
Dentro em breve aparecerão outras escutas do Deputado , e do seu chefe maior , é apenas uma questão de tempo.
Foi tudo gravado , a batata esta assando,não queria estar na pele destes senhores.
Muita coisa terá de ser explicada.
 
Orlando Munhoz em 02/07/2013 17:01:00
Pôxa, não é só Governador André que está muito triste. Todos nós estamos entristecidos com os acontecimentos da Saúde do MS. Na área da saúde, pensávamos que havia desmandos, mas que era pontual. Não é não, a coisa é mais séria.
O Governador mesmo sendo amigo, fez bem em exigir o pedido de exoneração. Não dá mais para segurar.
 
José Carlos em 02/07/2013 16:56:48
È realmente uma pena imputar tais fatos para esta santa Secretária de Saude.Que Deus tenha pena dela em seus encontros.
 
diogenes domingues em 02/07/2013 16:17:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions