A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

17/09/2013 14:40

Antônio João pede indenização de R$ 30 mil a Bernal por "calúnia"

Zemil Rocha
Antônio João processou Bernal devido a postagens no Facebook (Foto: Marcos Ermínio)Antônio João processou Bernal devido a postagens no Facebook (Foto: Marcos Ermínio)

O presidente regional do PSD e dono do Correio do Estado, Antônio João Hugo Rodrigues, ingressou com ação de indenização por dano moral contra o prefeito Alcides Bernal (PP), alegando difamação e injúria através das redes sociais. Bernal também já havia processado Antônio João alegando motivos semelhantes e na esfera criminal a ação foi julgada improcedente, por deficiências formais. Embora tenha dado à ação o valor de R$ 30 mil, o empresário pede ao juiz que fixe o valor da indenização, levando em conta seu caráter “pedagógico”.

Na ação que impetrou no final da tarde de ontem (16), sendo distribuída para a 1ª Vara Civil de Campo Grande, o empresário alega que “a sua honra, reputação, dignidade e imagem, construída com seriedade e trabalho, foi alvo de violenta e gratuita ofensa praticada pelo requerido, através da rede social denominada de facebook, na página ou perfil criado e mantido pelo mesmo, onde fez afirmações contundentes e levianas em total desrespeito à biografia do Autor”.

A postagem de Bernal a que se refere Antônio João acusa o dono do Correio do Estado de ter transformado a publicação em material panfletário e ter sido “caríssimamente” escalado para tentar salvar a campanha de Edson Giroto (PMDB) no ano passado. Disse Bernal via Facebook: “Alerta !!! Alerta !!! Tem um jornal diário circulando com matéria vil e criminosa contra minha pessoa, minha família, minha profissão e a opinião pública. Os podero$o$ e sua gangue de cupincha$ transformaram o maior jornal do nosso MS, num vil material planfetário e o seu soberbo e sujo dono, num contumaz covarde, mentiroso, rasteiro, caluniador, cari$$imamente e$calado para tentar $ser $alvador da campanha do candidato governi$sta. Alerta !!! Ninguém derrota quem Deus escolheu para vencer. O nosso povo não vai se deixar levar por tamanha maldade. Deixe-me trabalhar”.

Segundo Antônio João, Bernal não economizou epítetos caluniosos, difamantes e injuriosos, todos dotadas de alta potencialidade lesiva, com o propósito de desmoralizá-lo e produzir uma imagem distorcida da realidade, alardeando pela rede mundial de computadores, desqualificativos às suas qualidades morais e intelectuais, que teriam causado estragos irreparáveis à honra subjetiva e objetiva.

“Percebe-se nitidamente, a linguagem sarcástica e debochada do requerido, pois usa o cifrão em substituição a letra "s", o qual é símbolo da moeda nacional, para subliminarmente qualificar a pessoa do requerido como sujeito corrupto, venal, mercenário e inescrupuloso, passando aos internautas a distorcida versão de que o Autor teria recebido muito dinheiro do seu adversário - Edson Giroto”, sustenta o empresa na ação judicial, assinada pelo advogado Laércio Arruda Guilhem.

O conteúdo postado na rede social, diz Antônio João na petição, “tem potencial ofensivo que ultrapassa os limites do razoável, evidenciando manifesta desproporcionalidade entre o direito fundamental de liberdade de expressão com o direito à imagem da pessoa, de molde a justificar a intervenção do Poder Judiciário”.

Argumenta que ainda tenha reagido às publicações do jornal Correio do Estado, estaria “evidente o excesso, o exagero e a desproporcionalidade da liberdade de expressão registrada pela rede social - facebook, causando danos morais, especialmente porque já havia buscado a via legal, ou seja, a Justiça Eleitoral para lhe assegurar espaço no jornal e dar a sua versão sobre as notícias divulgadas. Lembrou que Bernal pediu à Justiça Eleitoral direito de resposta, por diversas vezes, conforme representações autuadas sob ns. 327-21.2012.6.12.0053; 328-25.2012.6.12.0053; 366-18.2012.6.12.0053; 372-25.2012.6.12.0053; 406-97.2012.6.12.0053; 445-94.2012.6.12.0053 e 460-63.2012.6.12.0053, as quais podem ser consultadas no site da Justiça Eleitoral.




O Sr. Antônio nunca foi Eleito pra nada mas sempre esteve envolvido com questões politicas não estou defendendo o prefeito mas ta na hora do pessoal deixar ele em paz quem vai dizer se ele foi bom ou ruim são as urnas daqui 3 anos ,vai cassar o que fazer Sr. Antônio João .
 
adriana almeida em 18/09/2013 02:58:56
Esse correio do estado so vive descendo o pau no BERNAL, dono de jornal jamais poderia ser politico, quem deveria pegar uma INDENIZAÇÃO era o BERNAL.
 
carlos antonio em 17/09/2013 21:39:50
Este empresario da tv que critica o Bernal nunca recebeu um voto dos campograndese o mesmo foi suplente de senador que criticar candidata a um cargo legislativo.
 
CARLOS MARQUES em 17/09/2013 20:11:09
Bom nenhum dos dois são exemplos a serem seguidos.
O outro adora alfinetar, nominativamente, o Bernal.
No caso o Bernal não citou nome!
Parece-me que alguém vestiu a carapuça!
Problema dele.
 
Elviria Santos Ferreira em 17/09/2013 18:50:34
Fico pensando... com tantos processos na justiça, com tantos desafetos, com tantas desavenças, como é que o prefeito encontra tempo e paz para pensar, planejar e melhorar o futuro de Campo Grande???
Quantos processos ele deve ter na justiça ? deve ser um número próximo ao de estrelas da galáxia...
 
Ricardo Schell em 17/09/2013 18:43:44
Até onde li esssas acusações o Bernal não citou nomes, então se a carapuça serviu e assumiu o problema é do senhor Antônio João Hugo Rodrigues.
 
Alexandre de Souza em 17/09/2013 16:33:34
Sempre que me entendo por gente, e já faz algum tempo, e quando criança ouvia meus avós e pais falarem dos políticos e isso continua até hoje, na verdade, são farinhas do mesmo saco, tem quem que com um meio de comunicação na mão, seja escrito ou falado, abusam, se sentem intocável e poderoso, toma vergonha na cara políticos de todo o Brasil, melhor é vcs cuidarem das suas diabetes, pq amanhã depois, tão todos de mãos dadas e se abraçando e o povo com cara de palhaço.
 
jota soares em 17/09/2013 16:16:17
Não vou defender o Bernal, mas realmente acho que pessoas ligadas a partidos políticos não deviam ter influências em (muito menos serem donas de) empresas de jornais, rádios, TVs, ou qualquer outro meio de informação. "Ah, mas sempre vai ter político por trás influenciando o que os jornalistas falam". Bom, a nossa luta contra isso tem que começar em algum lugar, então lutar contra as versões mais "descaradas" é um bom ponto de partida. Afinal, como vamos criticar as "influências escondidas" se não lutarmos contra as escancaradas?
 
Leandro Batista em 17/09/2013 15:58:03
No trecho acima citado, não faz referência ao nome do jornal... Ou ao seu dono... Aliás, essa linguagem usada é bem tipica dos folhetins também... falam e não dizem nada! Agora, o Judiciário não esta aí pra cuidar de conversinha de comadre que morde a isca e veste a carapuça...
 
José Antonio Tavares em 17/09/2013 15:46:03
Apesar dos erros na prefeitura, Bernal fala a verdade, só quem lê o Correio do Estado sabe que todo dia tem exagerâncias acerca do atual prefeito de Campo Grande. Lendo, tenho a impressão que o jornal não é mais um meio de informação e sim uma ferramenta politica.
 
Alex Pinheiro em 17/09/2013 15:39:18
Tá parecendo as discussões da minha irmã adolescente.

Vai trabalhar e sai do face "BemMal" !
 
Marcio Brunholi em 17/09/2013 15:21:17
Com todo respeito, mas o jornal desse senhor estava sim a favor do Giroto. E isso não é motivo nem para o prefeito processar ele e nem ele processar o prefeito. Os dois tem que parar com isso. Acho que o Antonio Joao ainda tá se doendo porque o vereador Coringa resolveu ficar um pouco do lado do prefeito, mesmo tendo sido pressionado pelo dono do Correio do Estado. Tem tudo isso a ser considerado.
 
Paulo Miranda em 17/09/2013 14:58:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions