A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

03/01/2014 08:02

Após aproximação de Jamal, PR começa ano dividido na Capital

Leonardo Rocha
Jamal indicou secretária e pediu ampliação da base de Bernal (Foto: Divulgação)Jamal indicou secretária e pediu ampliação da base de Bernal (Foto: Divulgação)
Grazielle garantiu que segue na oposição e na fiscalização ao prefeito (Foto: Divulgação)Grazielle garantiu que segue na oposição e na fiscalização ao prefeito (Foto: Divulgação)

Após a aproximação do vereador Jamal (PR) com o prefeito Alcides Bernal (PP) no final do ano passado, que culminou na indicação da médica Lilian Maksoud para o comando do IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande), o PR começa 2014 “dividido” na Capital, já que a outra vereadora, Grazielle Machado, continua firme na oposição.

Na apresentação oficial dos novos secretários, Jamal negou que já fizesse parte da base aliada, porém deixou claro seu posicionamento quando em seu discurso ressaltou que espera que a ampliação dos aliados e ainda disse a Bernal que “poderia contar com ele”.

O vereador explicou que antes de fazer parte da base, gostaria de conversar com os “colegas” da oposição, para não existir atritos e que o grupo de aliados de Bernal precisava aumentar.

Já a vereadora Grazielle Machado confirmou que continua sendo “oposição” ao prefeito Alcides Bernal e irá fazer o mesmo trabalho de fiscalização ao poder público, como foi realizado no primeiro ano.

Partido – Jamal garantiu que o PR deu liberdade para que os vereadores do partido possam decidir seu futuro e se posicionar na Câmara Municipal, fato que foi confirmado pelo deputado estadual Paulo Corrêa (PR), que ressaltou que a legenda proporciona esta independência a cada parlamentar.

No episódio em que Jamal faltou a uma sessão onde seria votada a abertura da Comissão Processante, o deputado Antônio Carlos Arroyo (PR) afirmou que em Campo Grande não havia uma “questão fechada” do partido, mas que iriam se reunir com o vereador para afinar o discurso partidário.

No dia em que resultou na abertura da (Comissão) Processante, já que a primeira foi adiada por falta de segurança, Jamal e Grazielle votaram juntos pela investigação, contra o prefeito Alcides Bernal.



a Camara Municipal vorou uma Fabrica de Corrupção. que vergonha prefeito, sou da oposição, me de um cargo tbm, para garantir meu voto nas suas proximas eleições rsrrsr
 
sonia de fatima em 03/01/2014 12:21:20
Parabens Jamal, acidade precisa de vereadores que venham somar e ajudar, quem sabe com estes alinhamento não consigam dar tranquilidade e o Bernal consiga administrar com governabilidade. A cidade precisa da soma de esforços de todos os eleitos não é só atacar é fazer parte das soluções dos problemas. Parabens.
 
edilson silva em 03/01/2014 08:33:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions