A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

08/08/2013 19:41

Após chamá-la de "colcha de retalhos", Bernal sanciona LDO com emendas

Zemil Rocha
Bernal sorrindo esta manhã em seu gabinete na Prefeitura de Campo Grande (Foto: César Krügel)Bernal sorrindo esta manhã em seu gabinete na Prefeitura de Campo Grande (Foto: César Krügel)

Mudando de opinião, o prefeito Alcides Bernal (PP) sancionou e publicou nesta quinta-feira (8) a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) com quase todas as emendas propostas pelos vereadores. Das 75 emendas aprovadas pela Câmara, Bernal aceitou a incorporação de 68 delas. As emendas à Lei n° 7.383/13, segundo ele, "reforçam os compromissos" de sua gestão com as pessoas, "demonstrando que a Câmara Municipal entendeu e adotou o seu plano de governo".

Há pouco mais de um mês, no dia 4 de julho, Bernal reclamou do recorde de emendas ao projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014 aprovadas pelos vereadores. “A Lei de Diretrizes Orçamentárias que enviei aos vereadores sofreu recorde de emendas, virou uma colcha de retalhos”, afirmou ele, através do Facebook.

Foi um recorde histórico, decorrente principalmente do fato de Bernal ter minoria na Câmara de Campo Grande. Das 115 emendas apresentadas, 74 foram aprovadas na sessão do dia 4 de julho. No último ano da gestão de Nelsinho Trad (PMDB), por exemplo, 34 emendas foram apresentadas pelos vereadores em junho de 2012, sendo só quatro aprovadas e incorporadas ao texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias que vale para 2013.

Nesta manhã, o prefeito disse que as emendas contribuem com o crescimento e o desenvolvimento da capital, especialmente por ter contribuições dos vereadores que confirmam sua plataforma de trabalho, como o parágrafo terceiro do artigo 19 que prevê que “os recursos destinados às ações de enfrentamento à violência contra a mulher e as demais políticas específicas para as mulheres, não poderão ser cancelados por meio de decreto da abertura de crédito para outra finalidade”.

Agora aplaudindo as emendas dos vereadores, Bernal também se refere à "humanização da saúde" no atendimento à população e à emenda que propõe a expansão de unidades básicas para os bairros que ainda não têm. Destacou ainda a emenda da LDO que propõe atenção especial aos povos tradicionais.

A nova interpretação que Bernal deu às emendas dos vereadores à LDO parece ter a intenção de evitar mais desgastes políticos. Se as vetasse, corria o risco de sofrer novas derrotas na Câmara, onde os vereadores já derrubaram todos os seus vetos até agora. Dos 29 vereadores, apenas 10 apoiam Bernal.

 

 

 

 

Vereadores aprovam LDO da Capital com 74 emendas e texto segue para Bernal
A LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de Campo Grande foi aprovada por unanimidade nesta terça-feira pelos vereadores. Agora, o texto segue para re...
Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions