A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

28/03/2012 14:38

Após chamada de deputados, Vander estuda candidatura sem apoio

Wendell Reis

PT pode colocar Vander na disputa mesmo sem apoio de Bernal e Dagoberto

O pré-candidato à Prefeitura de Campo Grande, deputado federal Vander Loubet (PT), e o seu coordenador de campanha, deputado federal Antônio Carlos Biffi (PT), reagiram a declaração de preocupação dos deputados do partido com as indefinições sobre a eleição na Capital.

O pré-candidato não gostou muito das criticas de que o partido está desarrumado e agendou uma reunião para a próxima semana para definir os rumos. O partido estuda colocar a candidatura a qualquer custo, mesmo sem apoio.

Paulo Duarte (PT) explica que os pré-candidatos a vereador pelo partido defendem a candidatura de Vander, para evitar um prejuízo na conquista por vagas. Os petistas acreditam que com o partido sem cabeça de chapa, a eleição de bancada fica mais difícil.

Se há algum tempo a desarmonia reinava no lado do PMDB, que vivia uma indefinição em torno do nome a ser escolhido, na disputa entre Paulo Siufi (PMDB), Edson Giroto (PMDB) e Luiz Henrique Mandetta (DEM), agora o problema está na mão da oposição, que não se entende.

O PT já falou que pode abrir mão da candidatura se Alcides Bernal (PP) e Dagoberto Nogueira (PDT) aceitarem o critério de pesquisa. Porém, Bernal não abre mão de ser candidato e já tenta alianças com o PSD e com o PSB. Já Dagoberto quer que a oposição lhe apóie. Porém, caso isso não aconteça, alega que vai deixar ao partido a definição sobre apoio ao PT ou PMDB.

Dagoberto sempre defendeu uma aliança entre os partidos de oposição, para que não corra o risco de perder a eleição por falta de estrutura no segundo turno. Já Alcides Bernal e o líder do PT, senador Delcídio Amaral (PT), entendem que seria mais vantajoso o lançamento de dois candidatos da oposição.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions