A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

03/12/2013 11:41

Após convocação, professores voltam à Câmara e secretário justifica demora

Aliny Mary Dias e Kleber Clajus
Professores levaram cartazes e reivindicaram as convocações restantes (Foto: Cleber Gellio)Professores levaram cartazes e reivindicaram as convocações restantes (Foto: Cleber Gellio)

Os quase 4 anos de espera de 613 professores aprovados em concurso da Prefeitura chegou ao fim nesta terça-feira (3) para apenas parte deles. A convocação de 332 aprovados não colocou fim a angústia da maioria que ainda aguarda ser chamada. Em busca de respostas e a fim de pressionar a administração, professores protestaram durante a sessão de hoje da Câmara Municipal

Em resposta ao protesto dos docentes, o Secretário Municipal de Educação, José Chadid, usou a tribuna da Casa de Leis para esclarecer o motivo da demora na convocação dos professores, condição prometida pelo prefeito Alcides Bernal (PP) durante a campanha eleitoral.

Segundo o chefe da pasta, só podem ser chamados os professores quando houver vagas disponíveis. “Estamos honrando a promessa de campanha para garantir administração transparente e justa. Reconheço a luta dos professores, mas temos que seguir a lei”.

A ida de Chadid até à Câmara foi um pedido de Comissão Permanente de Educação e Desporto da casa. O secretário de Administração, Ricardo Ballock, também foi chamado para os esclarecimentos, mas apresentou atestado médico odontológico e não compareceu.

O secretário de Educação disse ainda que novos concursos serão abertos no ano que vem. Ao todo, a Prefeitura possui 1,532 mil educadores contratados. Os profissionais convocados hoje irão atuar na educação infantil, séries iniciais e em disciplinas como artes e educação física.

Chadid afirmou que ano que vem novos concursos serão feitos (Foto: Cleber Gellio)Chadid afirmou que ano que vem novos concursos serão feitos (Foto: Cleber Gellio)

Protesto – Com cartazes reivindicando a convocação, os professores ocuparam as cadeiras da Câmara. Entre eles está Claudilene Freire, 35 anos, a profissional foi aprovada em 2009 e aguarda convocação até hoje.

“A promessa era de que ia chamar todos, mas até agora ninguém deu respostas plausível quanto a isso. O importante é que a gente passou e continua a espera”, conta.

Para outro profissional, Vanderlei Sandim, a convocação veio hoje, mas não colocou fim à espera de outros colegas. “Fui convocado, mas tem vaga para todos, em janeiro vão ser necessários 4 mil contratados por conta da hora atividade. O movimento não vai parar”, completa.

Ainda segundo o professor, uma ação que apura a convocação dos professores tramita no MPE (Ministério Público Estadual) desde agosto deste ano. O prazo final para convocação dos profissionais termina em 25 de janeiro de 2014.



Infelizmente, moramos em um País onde tem que fazer manifestações, protestar, para assumir o que é seu por direito. Uma parcela já foi, não desistam... cabeça erguida e a luta continua até a posse de todos.
 
Jaqueline Lara em 03/12/2013 19:01:39
"Quem sabe faz a hora não espera acontecer." Parabéns ao movimento dos professores! A luta continua...
 
Vanda Rezende em 03/12/2013 14:27:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions