A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Março de 2019

17/10/2018 13:20

Após eleição, deputados querem "limpar a pauta" até o final do ano

Em muitas sessões não foram votados projetos, devido falta de quórum em função da campanha eleitoral

Leonardo Rocha
Deputados durante sessão na Assembleia (Foto: Victor Chileno/ALMS)Deputados durante sessão na Assembleia (Foto: Victor Chileno/ALMS)

Os deputados se reuniram no final desta manhã (17), na sala da presidência, para "limpar  a pauta" até o final do ano, que se tratam dos projetos que ainda não foram votados. Novamente foi pedido que os parlamentares estejam nas sessões durante o segundo turno, para que não atrasem as aprovações das matérias, além de já começar a discutir as emendas para o orçamento.

“Foi conversado para que haja quórum na votação dos projetos e assim adiantar a pauta, que precisa ser fechada até o final do ano. Temos dois meses ainda de trabalho. Importante manter a presença também neste segundo turno”, disse o deputado Cabo Almi (PT), que participou da reunião.

O petista ainda revelou que foi conversado sobre a abertura de prazo para apresentar emendas ao orçamento, que chegou ontem (16), ao legislativo. “Não teve um prazo final (emendas), está livre por enquanto para os deputados apresentarem, além disto houve o combinado para o dia 30 de outubro, quando ocorre o evento de entrega do título do Cidadão Sul-Mato-Grossense”.

Herculano Borges (SD) ressaltou que é importante esta organização interna, para “fecharem o ano” com todos os projetos votados. “Temos que nos organizar para limpar a pauta até dezembro, sabemos que outubro ficou um pouco parada devido a eleição”. O parlamentar ponderou que foi “assiduo” durante todo este período.

Já Onevan de Matos (PSDB) disse que a reunião é para “organizar” o legislativo para este final de ano, fazendo o levantamento de quantos projetos ainda faltam para votar, encaixando para as sessões dos próximos meses. “Uma organizar interna, para limpar a pauta”, se limitou a dizer o tucano.

Campanha - Desde o começo do ano, o presidente do legislativo, Junior Mochi (MDB), pediu aos deputados que “conciliassem” a campanha eleitoral, com os trabalhos da Assembleia, para evitar “prejuízos” ao trabalho. Nos últimos meses o legislativo ficou sem votar projetos em várias sessões por falta de quórum. Nas quintas-feiras, por exemplo, nem sequer estavam programando matérias na pauta.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions