A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

03/11/2013 11:47

Após índices alarmantes, deputados irão discutir violência contra mulher

Leonardo Rocha
Caseiro destaca que apesar de Lei Maria da Penha, ainda vivemos em uma sociedade machista (Foto: Divulgação)Caseiro destaca que apesar de Lei Maria da Penha, ainda vivemos em uma sociedade machista (Foto: Divulgação)

Após apresentar índices superiores à média nacional, os deputados resolveram realizar uma audiência pública para discutir a violência contra a mulher em Mato Grosso do Sul. O evento irá acontecer às 13h, na próxima quinta-feira (7), no plenário da Assembleia Legislativa.

De acordo com a deputada Mara Caseiro (PT do B), proponente da audiência, em pesquisa divulgada pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) a média nacional aponta para uma taxa de 5,82 casos a cada grupo de 100 mil, enquanto que em Mato Grosso do Sul este índice chega a 6,44.

Em uma análise sobre o número de casos de assassinatos, o Estado ocupa a 14° colocação no ranking nacional.

“Temos que debater medidas para reduzir os números, vamos realizar a audiência pública e discutir novamente a situação das mulheres sul-mato-grossenses”, destacou Caseiro.

Segundo ela, apesar de existir a “Lei Maria da Penha”, que tem como objetivo combater a violência doméstica e encorajar as mulheres a delatarem os crimes praticados pelos parceiros, ainda é preciso debater melhor os “conceitos” da cultura do Estado.

“Vivemos em uma sociedade machista, por isso é necessário trabalhar a educação das nossas crianças e adolescentes, visando à formação de cidadãos que não excluem, mas que respeitam”, apontou ela.

Entre os principais assuntos do evento, estará o atendimento às mulheres nas delegacias especializadas, além dos motivos que levaram ao aumento dos casos nos últimos meses no Estado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions