ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEXTA  12    CAMPO GRANDE 11º

Política

Após mudança em lei, governo exonera e altera cargo de diretores

Foram alteradas as nomenclaturas de 19 diretores de órgãos públicos

Por Izabela Cavalcanti | 14/06/2024 08:36
Fachada da Governadoria de Mato Grosso do Sul, no Parque dos Poderes (Foto: Álvaro Rezende)
Fachada da Governadoria de Mato Grosso do Sul, no Parque dos Poderes (Foto: Álvaro Rezende)

O governador do Estado, Eduardo Riedel (PSDB) exonerou e mudou o cargo de 19 diretores de órgãos públicos de Mato Grosso do Sul. A publicação foi feita no Diário Oficial do Estado, desta sexta-feira (14).

A mudança é em razão da aprovação da Lei  6.258, de 11 de junho de 2024, que reorganiza os cargos de alto escalão do governo e também dos comissionados.

Para a denominação “Administração Superior Indireta”, que inclui diretor-presidente, a remuneração ficou em R$ 32.662,19, sem acréscimo por representação.

Para o cargo denominado “Direção Especial e Assessoramento” e “Administração Superior e Assessoramento”, o enquadramento com remuneração ficou entre R$ 3,2 mil e R$ 6,8 mil. O acréscimo por representação entre 60% e 100%.

Foram exonerados, os diretores-presidentes do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul; da Fundação de Turismo; da Fundação de Cultura; da Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa; da Agência de Habitação Popular; da Fundação de Apoio e Desenvolvimento à Educação Básica; de Regulação de Serviços Públicos.

Também estão na lista os diretores da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos; do Departamento Estadual de Trânsito; da Fundação Escola de Governo de Mato Grosso do Sul; da Agência de Previdência Social; da Fundação do Trabalho; da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário; da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural; da Agência Estadual de Metrologia; da Fundação de Desporto e Lazer; da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia; e do Instituto de Meio Ambiente. O presidente da Junta Comercial de Mato Grosso do Sul também foi exonerado.

Na mesma publicação do Diário Oficial, eles foram nomeados novamente conforme as nomenclaturas previstas na lei.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias