A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/04/2009 06:00

Após queda em março, André e Trad recuperam aprovação

Redação

Depois de uma queda de quase 15 pontos percentuais no índice de aprovação desde janeiro, a administração do prefeito Nelsinho Trad (PMDB) reagiu em Campo Grande.

No início do ano, a prefeitura atingiu recorde em avaliação positiva, conquistando 80,83% entre conceitos ótimo e bom dos campo-grandenses. Em fevereiro, o percentual caiu para 77,13%, em março foi para 65,50%, mas em abril voltou a subir, atingindo 71% de aprovação.

Entre os que desaprovam o trabalho do peemedebista, o caminho foi o inverso. A soma de avaliações "ruim e péssima" caiu de 10,13% em março, para 5,88 % neste mês. Outros 23% consideram a administração regular.

O desempenho é medido mensalmente pelo Ipems (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul), uma parceira com o Campo Grande News e a FM Capital. Em 2005, quando a pesquisa começou a ser feita, Nelsinho teve aprovação média anual de 57,88% dos eleitores maiores de 16 anos.

Durante as 800 entrevistas aplicadas entre 22 e 25 de abril, em alguns bairros, a administração conseguiu 100% de aprovação, principalmente em regiões consideradas nobres, como Jardim dos Estados e Itanhangá Park.

Na periferia, os locais de melhor avaliação foram o bairro Tiradentes, onde as ações desenvolvidas por Nelsinho conquistaram 93% de conceitos "ótimo e bom",  no Cruzeiro (91,67%) e no Parque União (86,67%).

Dos 60 bairros pesquisados, 24 apresentaram avaliação negativa superior a 10%, 14 deles registraram acima de índice os conceitos "ruim e péssimo". Os maiores percentuais de desaprovação foram encontrados na Vila Alves Pereira e Carlota, ambas com 20% de rejeição, depois Jd. Tijuca - 18,18%, Vila Planalto , Nova Campo Grande e Núcleo Industrial, os 3 últimos com 16,67%.

Governo estadual - Em Campo Grande, o governador André Puccinelli superou em abril o recorde de aprovação do ano,  atingindo 74,25% na Capital. Em janeiro o índice foi de 73,75% e em março, o percentual teve queda considerável, caindo para 63,50%.

A administração estadual alcançou neste mês a melhor avaliação desde a primeira pesquisa realizada pelo Ipems, em 2005.

Seguindo a mesma trajetória de recuperação, o presidente Lula também melhorou a imagens perante o campo-grandense. A aprovação do governo federal subiu quase 10 pontos percentuais, passando de 59,62% em março, para 69% em abril.

Mesmo assim, em comparação ao desempenho registrado em outros períodos deste ano, o índice não conseguiu superar as boas avaliações de janeiro (69,67%) e fevereiro (74,75%).

Segundo o Ipems, o intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 3,46 pontos percentuais para mais ou para menos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions