A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/06/2011 11:56

Após reunião, deputados devem iniciar na 2ª escolha de conselheiro do TCE

Fabiano Arruda e Ítalo Milhomem

Porém, deputado Jerson Domingos, admite consultar governador antes

Republicano Antônio Carlos Arroyo é o principal interessado da Assembleia na vaga ao TCE. (Foto: Giuliano Lopes)Republicano Antônio Carlos Arroyo é o principal interessado da Assembleia na vaga ao TCE. (Foto: Giuliano Lopes)

Depois da sessão desta quarta-feira ser interrompida na Assembleia Legislativa, os deputados decidiram, após reunião fechada, iniciar oficialmente na próxima segunda-feira o processo de escolha para vaga ao TCE (Tribunal de Contas do Estado), aberta há mais de três meses com a morte de Celina Jallad.

Após o encontro, os parlamentares não quiseram se manifestar. A deputada Mara Caseiro (PTdoB) saiu irritada do encontro e não falou com a imprensa.

Ela não concorda com a consulta ao governador André Puccinelli (PMDB) sobre a indicação, já que a vaga é da Assembleia Legislativa.

Jerson confirmou que a ideia de iniciar o processo na segunda-feira ainda será submetida a consulta do governador amanhã, já que ele cumpre nesta quarta agenda em Brasília (DF).

Domingos minimizou a questão. Disse que vai consultar Puccinelli para saber se há outro candidato a ser indicado, o que atesta a força que a senadora Marisa Serrano (PSDB) exerce no processo de escolha. Como presidente, prossegue, considera normal e questão de respeito submeter a escolha à consulta do governador.

O peemedebista disse que foi o primeiro a assinar requerimento em prol ao nome de Arroyo. E explicou que os parlamentares podem assinar o documento para mais de um candidato.

Até ontem, Arroyo contabilizava 16 assinaturas de parlamentares favoráveis a sua indicação. Por sua vez, Marisa chegou a declarar que não iniciou oficialmente coleta de assinaturas e que respeitaria a decisão da Casa, apesar de confessar interesse.

Na semana passada, os deputados Paulo Duarte (PT), Mara Caseiro e Alcides Bernal (PP) ocuparam a tribuna para pressionar a indicação ágil para vaga ao Tribunal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions