A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

08/05/2015 12:33

Após votar contra Governo, PDT põe advogado em órgão federal

Leonardo Rocha
Novo superintendente do Trabalho teve como primeira mediada a criação de um Fórum do Trabalhador, para discussão com centrais sindicais (Foto: Marcelo Calazans)Novo superintendente do Trabalho teve como primeira mediada a criação de um Fórum do Trabalhador, para discussão com centrais sindicais (Foto: Marcelo Calazans)
Deputado federal Dagoberto Nogueira diz que PDT continua na base e que haverá uma nova conversa com Dilma na semana que vem (Foto: Marcelo Calazans)Deputado federal Dagoberto Nogueira diz que PDT continua na base e que haverá uma nova conversa com Dilma na semana que vem (Foto: Marcelo Calazans)

O advogado Yves Drosghic, 31 anos, assumiu nesta manhã (08), a chefia da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Mato Grosso do Sul. A solenidade contou com as principais lideranças do PDT, partido que o indicou para o cargo. Ele assume a função justamente neste momento de crise entre o PDT e a presidente Dilma Rousseff (PT), já que o partido votou contra a proposta do Governo, que endurece as regras do abono salarial e seguro-desemprego.

O evento foi marcado pela exposição da atual situação da instituição, descrita por Anízio Pereira Tiago, que era o chefe da Superintendência no Estado, assim como as metas e primeiras medidas do novo gestor. Entretanto o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT) e o ex-presidente do PDT, João Leite Schimidt, não deixaram de comentar a situação da legenda com o Governo Federal, assim como os motivos que levaram a bancada (PDT) a votar contra o projeto da presidente Dilma (Rousseff).

“O PDT não votou com a Dilma (Rousseff) porque tem uma história de compromisso com o trabalhador, na época do ex-presidente Lula, ele nos liberava nestas pautas, porque sabia do nosso compromisso, não vamos abrir mão disto, votamos fechado, não quer dizer que em outras pautas não podemos seguir o Governo”, explicou Dagoberto.

O deputado federal ainda anunciou que na próxima terça-feira (12), haverá uma nova conversa do PDT com a presidente, pois existem outros projetos que serão construídos juntos. “Nosso interesse é permanecer na base, não sair, mas contra direitos (trabalhadores) não podemos ficar a favor, a Dilma é diferente do Lula, tem uma postura mais rígida com a base”, disse ele.

Schimidt também deu o seu recado dizendo que o PDT tem princípios e que defende a ação da bancada federal. “Não se pode abandonar o rumo, quem fica sem rumo, não tem caminho e se perde, temos que defender o interesse do trabalhador, também não adianta fazer ajuste fiscal em cima do trabalhador, tem que começar pela outra ponta”.

Situação – Dagoberto garantiu que não há nenhuma definição sobre uma possível saída do ministro do Trabalho, Manoel Dias, mas que se este sair, a tendência é indicar outra liderança do PDT para assumir o cargo, podendo ser um deputado federal. “Também queremos mais autonomia no Ministério, que hoje se encontrada esvaziado, mas independente disto, continuamos na base”, disse o parlamentar.

Gestão – Além dos temas políticos, o novo superintendente fez questão de destacar que quer melhorar as demandas no atendimento, assim como na emissão de carteira de trabalho e o contato com as agências do interior. “Vamos a Brasília requisitar todas estas questões para termos a contrapartida necessária”.

Yves ainda ressaltou que a espera continuar o bom trabalho desenvolvido pela antiga gestão e promover um diálogo mais efetivo com os empresários e trabalhadores. Como primeira medida, vai criar um “Forum do Trabalhador”, que vai ter a participação de centrais sindicais, para que haja contato direito. “Vamos escutar a todos e criar alternativas para superar as dificuldades, crise se supera, buscando soluções”.

Sobre a situação política do PDT com o Governo Federal, o novo superintendente ponderou que a direção nacional deve conduzir o diálogo com a presidente Dilma (Rousseff). “Fazemos parte da base, tanto que apoiamos a presidnentee na reeleição e o senador Delcídio do Amaral no Estado, estamos no mesmo grupo político”.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions