A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/02/2011 10:43

Assembleia abre ano com sessão concorrida e citações de filósofos famosos

Marta Ferreira, Paulo Fernandes e Aline dos Santos

Sessão marca eleição da nova mesa diretora da Casa

Plenário ficou lotado para sessão que abriu ano Legislativo. (Foto: João Garrigó)Plenário ficou lotado para sessão que abriu ano Legislativo. (Foto: João Garrigó)

A fila de carros para a solenidade que abriu o ano legislativo na Assembleia deu o tom nesta manhã do quanto o evento político foi concorrido: havia carros até a altura do Parque das Nações Indígenas. No plenário da Assembleia, tudo lotado, autoridades municipais estaduais e federais, como o governador do Estado, André Puccinelli, o juiz federal Odilon de Oliveira, e o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB).

Nos discursos dos deputados, houve citação de Montesquieu, filósofo francês, Sócrates, filósofo grego, e de Shakespeare, dramaturgo inglês, mas nenhuma palavra a cerca das denúncias que envolveram o Legislativo no ano passado.

O presidente da Casa, Jerson Domingos (PMDB), abriu os trabalhos, com uma fala rápida, afirmando que a Casa tem um compromisso com a democracia e vai estar sempre aberta a “quem buscar a manutenção dos seus direitos”.

Segundo o Jerson, o objetivo maior dos deputados é proporcionar “paz e justiça social”.

Na sequência, receberam a palavra o deputado Júnior Mochi (PMDB), líder do governo, que falou pela situação, e Paulo Duarte (PT), que discursou pela oposição.

A fala de Mochi destacou importância da independência e autonomia do Legislativo. Afirmou que o trabalho dos deputados é peça fundamental do processo legislativo e que foram eleitos para representar a vontade da sociedade.

Foi aí que citou Montesquieu, ao parafrasear o filósofo, dizendo que existe a “necessidade de que o Poder Legislativo e o Executivo não sejam um único corpo, porque as leis seriam tirânicas”.

Mochi também citou a chegada de novos colegas, lembrou a experiência de cada um deles, seja como parlamentares municipais ou como prefeitos e agradeceu os votos que ele próprio recebeu.

Para isso, recorreu a Sócrates. “Mais importante que receber elegios, é merecê-lo”..

Sem mágoa -Ao discursar pela oposição o deputado Paulo Duarte (PDT), disse que o trabalho da bancada adversária ao governo será feito de forma “Equilibrada, oposição sem ópio, sem mágoa, e sem ressentimento”.

“Todos queremos o bem do estado, cada um do seu jeito”, afirmou.

Ao falar da postura que a oposição deve adotar, o deputado buscou Shakeaspeare. “Quem guarda mágoa é como a pessoa que toma veneno e espera que a outra morra”.

O deputado também aproveitou sua primeira fala do ano na Assembleia para retomar o debate sobre a mudança de nome do Estado, resgatado após o erro cometido por personagens da novela das 21h da Rede Globo.

“Não somos Mato Grosso, somos Mato Grosso do Sul, que o nome do Estado não seja mais confundido”, justificou ao apoiar a retomada do debate pela mudança.

Calendário-A sessão de hoje marca o início de uma nova legislatura. Por isso, os trabalhos serão diferentes. Os deputados hoje fizeram a sessão de posse, depois vão eleger a nova mesa diretora e novamente suspenderão as sessões, para voltar no dia 15.

Isso ocorre só em anos de início de legislatura, para que seja feita a troca dos gabinetes dos deputados que deixam a Casa. Alguns que não se elegeram só deixaram a Assembleia ontem, como foi o caso de um dos mais antigos na Casa, Ary Rigo (PDT), que entregou ontem à noite seu gabinete para ser ocupado por outro parlamentar.

Puccinelli e Nelsinho vão à posse dos deputados e do TJ
Governador e prefeito têm vários compromissos nesta terça-feira.O governador André Puccinelli e o prefeito Nelson Trad Filho começam a terça-feira c...
Assembleia pode votar polêmico projeto "Lei Harfouche" nesta semana
Considerado polêmico, o projeto chamado de "Lei Harfouche", que prevê a reparação de danos por alunos, em casos de atos de vandalismo em escolas, pod...


Nelson Rodrigues estava totalmente errado quando disse que no futuro o mundo seria comandado pelos idiotas.
 
Áttila Gomes em 01/02/2011 02:36:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions