A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

15/09/2015 17:33

Até o final do ano Guarda Municipal estará trabalhando armada, diz secretário

Paulo Yafusso
Major Luidson Noleto foi nomeado hoje secretário Municipal de Segurança Pública (Foto: Marcos Ermínio)Major Luidson Noleto foi nomeado hoje secretário Municipal de Segurança Pública (Foto: Marcos Ermínio)

Até o final do ano parte do efetivo da Guarda Municipal de Campo Grande já deverá estar trabalhando nas ruas portando armas letais. Esta é a previsão do novo secretário Municipal de Segurança Pública, major do Corpo de Bombeiros Luidson Noleto. O ato de nomeação dele foi publicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta terça-feira, assim como do secretário-adjunto, major da Polícia Militar Marcos César Escanaichi. Ambos foram cedidos pelo Governo do Estado para assumir as funções.

Segundo o secretário, o processo para a definição dos profissionais que irão trabalhar armados será rigoroso. Serão analisados os documentos apresentados pelos candidatos e todos passarão também por avaliação psicológica. “A orientação do prefeito é para que isso seja feito com o máximo de cuidado e com muita cautela”, explicou Noleto.

Ele afirmou ainda que todo o efetivo, de 1.285 guardas, passarão por treinamento e qualificação constantes. Para o novo secretário, a partir dessa preparação será possível colocar os guardas municipais no combate a crimes mais graves, como o tráfico de drogas, por exemplo. Noleto afirmou ainda, que vai convidar o MPE (Ministério Público Estadual) a acompanhar todo o processo de seleção daqueles que terão autorização para andarem armados.

Ele disse que também vai fortalecer a Corregedoria e a Ouvidoria, para que a população possa estrar em contato mais próximo com a Guarda Municipal.

O major Escanaichi, que também vai comandar a Guarda Municipal, afirmou que uma das prioridades é reforçar o trabalho ostensivo principalmente nos terminais, nas escolas e na Casa da Mulher Brasileira. O oficial da PM tem vários cursos de operações especiais e tem pós-graduação em segurança pública. Também é especialista em TI (Tecnologia da Informação). Antes de assumir a nova função, ele estava lotado no CIOPS (Centro Integrado de Operações de Segurança), onde era responsável pela Diretoria Técnica.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions