A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

22/04/2016 11:35

Audiência vai discutir saneamento básico e a situação do lixo na Capital

Evento tem a parceria da Arquidiocese e Câmara Municipal

Leonardo Rocha
Assembleia organiza audiência sobre saneamento básico (Foto: Assessoria/ALMS)Assembleia organiza audiência sobre saneamento básico (Foto: Assessoria/ALMS)

A Assembleia Legislativa em conjunto com a Câmara Municipal, vai realizar na próxima segunda-feira (25), a partir das 8h30, audiência pública sobre saneamento básico e a situação do lixo na Capital, no auditório do Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Este é o tema da campanha da fraternidade deste ano da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

O evento que tem como tema "Saneamento: um direito de todos”, faz parte de uma parceria com a Arquidiocese de Campo Grande e a Comissão Regional de Justiça e Paz da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). Entre os palestrantes estará os engenheiros Ariel Ortiz Gomes e Fernanda Savicki de Almeida.

De acordo com o deputado Pedro Kemp (PT), um dos proponentes da audiência, o evento poderá trazer novidades sobre o assunto. "Além da discussão e palestras, as pessoas poderão encaminhar sugestões, entendemos que houve uma melhora na rede de esgoto da cidade, mas ainda exitem pessoas que não são assistidas na periferia".

Kemp destacou que a questão do lixo também vai ser tema dos debates. "Um dos convidados vai falar sobre a situação do Lixão, no bairro Dom Antônio, que envolve as famílias e os catadores, que agora reclamam da questão da renda que tinham no local".

Campanha - O arcebispo de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa, disse que o tema deste ano, na Campanha da Fraternidade, visa abordar a universalização do saneamento, para reflexão sobre a importância as boas condições e acesso a água potável. Ele ainda citou a defesa e divulgação da "tarifa social", para que muitas famílias carentes possam ter até 50% no desconto na conta de água.

Ele também lembrou da importância da conscientização sobre o uso responsável da água, assim como a questão do lixo, que muitas vezes tem relação direta com doenças e pode ser foco do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. O próprio governo estadual coloca o cuidado e destinação do lixo, como foco da campanha contra dengue.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions