A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

28/10/2014 10:30

Azambuja diz que PMDB e aliados foram importantes na virada no interior

Leonardo Rocha
Reinaldo destacou a participação dos aliados para vencer em 42 cidades do interior, no segundo turno (Foto: Marcelo Calazans/Arquivo)Reinaldo destacou a participação dos aliados para vencer em 42 cidades do interior, no segundo turno (Foto: Marcelo Calazans/Arquivo)

O governador eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB), afirmou que os oito partidos e lideranças do PMDB que o apoiaram no segundo turno, foram importantes para que ele conseguisse virar a votação no interior, ampliar a vantagem em Campo Grande e Dourados e desta forma concretizar a vitória nas urnas.

"Teve importância a participação dos aliados, ninguém faz política sozinho, o apoio dos deputados estaduais e federais eleitos, assim como do senador (Waldemir) Moka e da senadora eleita, Simone Tebet, foram essenciais, nós passamos de dez municípios (interior), no 1° turno, para vencermos em 42 agora", apontou ele, em entrevista ao programa de rádio, Tribuna Livre.

Azambuja lembrou que esta ajuda e trabalho aconteceram no interior e também em Dourados e Campo Grande, onde conseguiu ampliar a vantagem. "Fizemos uma estratégia bem feita, tanto que conseguimos chegar a vitória".

Reinaldo venceu em 42 municípios no primeiro turno, contra 37 do adversário, o senador Delcídio do Amaral (PT). Na Capital, o tucano teve 61, 09% dos votos, em Três Lagoas venceu com 55, 32%, já em Ponta Porã, a vantagem foi maior, com 56,78%. Em Maracaju, onde foi prefeito, conseguiu superar o petista, com 58, 41%.

Houve disputa acirrada em Aquidauana, onde Reinaldo venceu por 21 votos de diferença, assim como vitórias apertadas também em Amambai, Antônio João, Vicentina, Terenos, Jardim e Rio Brilhante.

Aliados - No primeiro turno, Reinaldo teve o apoio dos partidos DEM, PSD, SD, PPS e PMN, além do seu PSDB. Já no 2° turno, conseguiu mais oito partidos aliados, entre eles: PHS, PSC, PEN, PTdoB, PRTB, PRB, PSB e PTN. Fechando este grupo vieram as principais lideranças do PMDB no Estado, além do candidato Nelsinho Trad (PMDB), que ficou na terceira colocação na eleição.

Somaram a sua campanha os deputados estaduais eleitos, Júnior Mochi, Eduardo Rocha, Renato Câmara, Maurício Picarelli, Antonieta Amorim e Marquinhos Trad, do PMDB, Márcio Fernandes e Mara Caseiro do PT do B, Lídio Lopes do PEN e José Carlos Barbosa do PSB.

Na área federal, teve o apoio dos deputados Geraldo Resende e Carlos Marun do PMDB, Tereza Cristina do PSB, do senador Waldemir Moka (PMDB) e senadora eleita, Simone Tebet (PMDB). Ainda conseguiu a adesão dos prefeitos de Campo Grande e Dourados, Gilmar Olarte (PP) e Murilo Zauith (PSB).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions