A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

25/09/2013 07:52

Bernal acata ordem judicial e exonera Santini do cargo de procurador

Leonardo Rocha
Prazo para saída de Santini se encerrou ontem (Foto: Arquivo)Prazo para saída de Santini se encerrou ontem (Foto: Arquivo)

Luis Carlos Santini não é mais procurador geral do município de Campo Grande. Ele entrou em acordo com o prefeito Alcides Bernal (PP) ontem e resolveu sair da prefeitura para não ser reponsabilizado por crime de desobediência a ordem judicial. De acordo com ele, a exoneração será publicada hoje no Diário Oficial.

“Para não descumprir a ordem judicial, resolvemos pela minha saída, mas vamos recorrer desta decisão, o prazo acabou ontem e vamos respeitá-lo”, afirmou Santini ao Campo Grande News.

O juiz Amaury da Silva Kuklinski, da 1° Vara de Direitos Difusos, Coletivos, Individuais e Homogêneos, acatou pedido do MPE (Ministério Público Estadual) e da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil), determinando a exoneração do procurador. 

Caso – Por ser desembargador aposentado há menos de três anos, o Ministério Público Estadual ingressou com um pedido judicial para exoneração do procurador. O promotor argumentou que não foi respeitada a “quarentena” de três anos para o exercício da advocacia.

Santini destacou que vai ficar a critério do prefeito definir seu substituto até que o Tribunal de Justiça do Estado, instituição no qual presidiu, julgue a decisão de primeira instância que decidiu pela sua saída.




É vergonhoso, será que o Sr. Santini sabe o que é quarentena de três anos? Depois querem botar banca de legalidade, honestidade, este Brasil esta mesmo perdido, Santini vc ja aposentou por idade deixe os mais novos assumirem agora, vai curtir sua aposentadoria que não é pequena.
 
clara marins em 25/09/2013 13:47:14
Já vai tarde!! CG não perde nada..
 
Luiz Gomes em 25/09/2013 12:40:34
É lamentável a postura do Prefeito e do Sr. Santini, sendo um homens conhecedores da lei, não ter um mínimo de respeito com a nossa Constituição Federal. O Sr. Santini se respeitasse a lei, deveria ser o primeiro a se declarar impedido, no primeiro momento que foi nomeado para o cargo. É incrível como o Sr. Bernal se esforça tanto pra andar na contramão da lei.
 
Amarildo Aquino em 25/09/2013 08:52:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions