A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

27/10/2015 17:36

Bernal diz que, em 60 dias, conseguiu superávit e garantiu R$ 15 mi para 13º

Paulo Yafusso e Alan Diógenes
Secretário de Finanças, Disney Fernandes, e prefeito Alcides Bernal apresentam balanço dos 60 dias de administração (Foto: Marcos Ermínio)Secretário de Finanças, Disney Fernandes, e prefeito Alcides Bernal apresentam balanço dos 60 dias de administração (Foto: Marcos Ermínio)

Ao apresentar os números dos 60 dias da volta à Prefeitura de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) afirma que atingiu superávit nas contas e já garantiu mais de R$ 15 milhões para o pagamento do 13º salário dos servidores. A folha de pessoal extra chega a R$ 90 milhões, e por isso o secretário municipal de Planejamento, Finanças e Controle, Disney Fernandes, afirmou que para conseguir o montante necessário a Prefeitura poderá buscar recursos junto ao banco que detém a conta da Prefeitura.

Segundo o prefeito Alcides Bernal, quando reassumiu a administração de Campo Grande no dia 27 de agosto, havia o provisionamento de apenas R$ 104 mil para o 13º salário do funcionalismo e um déficit em caixa de R$ 27 milhões. Com as medidas de redução de despesas, setembro fechou com sobra de R$ 18 milhões e em outubro de R$ 1 milhão. “Isso porque houve o bloqueio pela Justiça”, afirmou. O bloqueio foi do repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), o correspondente da 20% do que é liberado pela União, o que equivale a cerca de R$ 19 milhões.

Bernal afirmou que, quando voltou à Prefeitura em agosto, o total das despesas mensais chegava a R$ 360 milhões, sendo que R$ 80,7 milhões eram referentes a despesas com merenda e transporte escolar, limpeza pública, tapa-buracos, água, energia elétrica, combustível e manutenção da frota. Além das dívidas dos anos anteriores. O prefeito declarou que está sendo auditado os gastos de R$ 80,7 milhões para verificar se o serviço efetivamente executado corresponde com o que foi pago.

Tapa-buracos – Alcides Bernal disse que vai a Brasília, no Ministério da Defesa e no Comando do Exército, para discutir a formalização de um convênio com o Exército, para que os militares ajudem no serviço de recuperação das vias tomadas por buracos. Segundo ele, será gasto em média R$ 1,5 milhão por mês com o tapa-buraco. Integrantes do Exército já estiveram reunidos com os técnicos da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Habitação) para discutir como será feito o serviço.

Bernal disse também, que o contrato com a CG Solurb está sob análise, mas garantiu que não haverá problemas na coleta do lixo, por ser este um serviço essencial. “Não dá para fazer tudo ao mesmo tempo”, afirmou o prefeito, ao se referir as prioridades definidas para este período da administração.



Pois então, se tem tanto dinheiro assim porque o Prefeito não faz as obras prometidas? tipo: Tapa Buraco (que até inauguração teve), repasse para as Creches etc, etc, eu como vivente a 53 anos nunca vi ou ouvi falar que prefeito inaugura obra de tampa buraco, e a obra nem foi realizada, o cara quer deixar caixa no cofre da prefeitura para dizer que não gastou além do que devia, mas a nossa cidade esta um lixo!
 
Lopes em 30/05/2016 09:28:14
É facil.... eu também se deixar de pagar minhas contas no final do mês terei dinheiro!!! Faz-me rir Sr. prefeito!!! Pague a todos os devedores com justiça, depois faça as análises.
 
Rosa em 28/10/2015 12:19:14
Legal...mas. quando vai pagar o que deve à santa Casa? Os 14 milhões de reais desde Junho deste ano mais as cirurgias realizadas pendentes de pagamento?
 
Barbarossa em 27/10/2015 18:24:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions