A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

20/05/2013 08:28

Bernal lembra morte de soldado para insinuar que estava certo sobre show

Jéssica Benitez

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), não perdeu a oportunidade de “espetar” o MPE (Ministério Público Estadual) e o Poder Judiciário sobre a decisão de liberar o show da dupla sertaneja Munhoz e Mariano, realizado no último sábado, após o soldado do Exército, Idenilson da Silva Barros, 20 anos, ser encontrado morto no estacionamento do Jóquei Clube de Campo Grande, local onde o evento foi promovido, na madruga de ontem.

“Uma pessoa perdeu a vida no evento do jockei Clube.Externo meus sinceros votos de pesar à família que perdeu seu ente querido no evento da DUPLA MUNHOZ E MARIANO. Espero que as autoridades policiais, Ministério Público e Poder Judiciário apurem a responsabilidade pelo ocorrido. Essa é uma tragédia que poderia ser evitada”, postou o chefe do Executivo em sua página na rede social Facebook, juntamente com o link de uma matéria do Campo Grande News.

Impasse – A semana que antecedeu o show da dupla campo-grandense foi conturbada devido à decisão da prefeitura de interditar o Jóquei Clube. A possibilidade de cancelamento do evento causou revolta nos fãs dos sertanejos e mobilizou grande parte dos vereadores, bem como artistas de renome nacional que chegaram a fazer campanha no Facebook pedindo a realização da festa.

Após tamanha repercussão, duas decisões judiciais garantiram que o show acontecesse. Uma do juiz Ricardo Galbiati, da 5ª Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos, e a outra do magistrado Nélio Stábile, 1ª Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos. A primeira liminar foi a pedido do Jóquei Clube e autorizou o evento que já estava agendado desde fevereiro. A segunda é em resposta a mandado de segurança impetrado pelos advogados de Munhoz e Mariano.

O juiz Ricardo Galbiati concedeu a permissão alegando que poderia haver “dano irreparável” aos organizadores do evento e ao município caso o show não fosse realizado. Nélio Stábile determinou que a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) conceda todos os alvarás necessários e permitiu a realização da ‘Balada Louca’.

Briga – Depois de a Justiça conceder liberação do Jóquei, Bernal chegou a dizer que não estava contra o evento e que todo “burburinho” acerca do assunto foi criado pela oposição para prejudicá-lo. Na ocasião ele chegou a dizer que não tem nada contra Munhoz e Mariano e ressaltou ser um dos responsáveis pelo sucesso da dupla. “Essa dupla que vai fazer o show com certeza eu tenho uma parcela de contribuição significativa no sucesso deles, sempre toquei musicas deles e de todos os outros artistas da terra”, disse o prefeito.



Este Prefeito gosta da palavra "burburinho" tudo conspira contra ele tudo gira em torno do seu umbigo ah faça me o favor Bernal acorda pra vida como poderia ter sido evitado este acidente? foi uma fatalidade num tem nada a ver com a questão o que acontece é que este prefeito é um oportunista que usa a dor da família do rapaz pra dizer que sempre esteve certo como se a preocupação dele fosse com mortes por fatalidades que poderiam ocorrer no show que oportunista descarado!!!!
 
aureliano sousa em 21/05/2013 08:35:52
Valdir vc deve ser um desses desinformados e com dores e amores pelo administrador passado, talvez ainda não caiu a sua ficha de que o Sr. Alcides Bernal é Deputado Estadual e atual prefeito eleito pelo povo de Campo Grande, por isso mais que ninguem este assunto lhe diz respeito e lhe dá crédito sim, e vc vai ter que engolir e aceita lo pelos próximos quatro anos.....
 
Araquem Vicente Jorge em 20/05/2013 20:06:44
Insinuando ou não, virou um prato cheio mesmo. Afinal, o local estava irregular segundo a prefeitura.
 
Paulo Miranda em 20/05/2013 14:26:03
O Bernal não tem credibilidade, para fazer críticas a respeito da liberação do show de MUNHOZ & MARIANO, primeiro ele ataca, depois ele defende a realização do evento. Aliás este assunto não lhe diz respeito.
 
VALDIR VILLA NOVA em 20/05/2013 14:24:59
ATÉ QUANDO O MPE VAI FICAR ABAIXANDO AS ORELHAS PARA ESTE BERNAL? SERÁ O QUE ESTE TALZINHO DE BERNAL TEM QUE TODOS NÃO INVESTIGA ESTE CARA DE PAU?
 
ely monteiro em 20/05/2013 09:48:48
E o Bernal? Perdeu uma ótima oportunidade de ficar calado.
Um momento de dor como esse pelo qual a família está passando, absolutamente não é a hora de aplicar o "eu não disse?".
Até por que as circunstâncias da morte ainda serão apuradas, podendo até ser um caso de homicídio que poderia ter acontecido em qualquer lugar, então, em primeiro lugar, há que se respeitar a dor da família.
Pelo menos em casos assim, Sr. prefeito, use o bom senso. Não é hora pra reforçar picuinhas, e sim ser solidário à família que perdeu seu ente querido.
 
Maria Dejanira Linhares em 20/05/2013 09:29:11
Pois é ! Já o Exmo. Sr. Prefeito "é uma tragédia" que não tem como evitar, nem apelando para o MP
Somos obrigados a continuar pagando impostos, e tendo esses serviços que estamos vendo aí... Tudo por conta de "birra" política...
 
José Carvalho em 20/05/2013 09:22:07
Será necessário que ocorra em Campo Grande tragédia idêntica a que ocorreu em Santa Maria/RS para que as autoridades acordem da necessidade de que sejam cumpridas as normas? De que não se deve ouvir a população sobre a falta de eventos na cidade e sim às normas de conduta?
 
ricardo rodrigues em 20/05/2013 09:19:17
como uma capital C Grande já passou da hora de ter um local apropriado para eventos!!!
Moro do lado do jóquei Clube é carro parada em frente sua garagem sexo na frente de seu portão fora o barulho ensurdecê dor fácil criticar y x ou c.os policiais que aqui estavam só vieram para curtir o show,que foi ate as 4 da matina.
 
wagner natal em 20/05/2013 09:15:56
CARA eu concordo com o Bernal.!
 
sandra lima em 20/05/2013 08:54:12
Bernal pelo amor de deus, vai cassar o que fazer, campo grande está ridicula, turmas de um lado pro outro procurando o que fazer, ja que aqui tudo é proibido, o povo ter que anda naquela areia pra ver um show,se fosse dentro da cidade, em lugar com iluminaçao, nao haveria essa misterio todo, ou ate mesmo o garoto poderia nao estar morto, visto que lá no joquei é mato, é muito escuro, muito facil para o crime, bernal voce literalmente é uma vergonha para minha cidade moro aqui ha 30 anos e nunca vi a cidade tao ruim igual está
 
Claudio Benevide em 20/05/2013 08:54:03
Que hora mais impropria né Sr. PERFEITO? Acidentes e homicidios acontecem em qualquer lugar. O que precisamos é de cadeia e leis para impedir esse tipo de acontecimento. E não alguem que aponte dedo para indicar erros.
Queremos resultados e não simplesmente esse tipo de acusação e em uma hora totalmente inapropriada, ja que uma familia esta ainda com um corpo velando.
 
Jéssica Santos em 20/05/2013 08:50:17
Campo Grande cresceu nao devia ser mais na cidade sim na saida da cidade...... esse tipo de evento. esse tipo de evento so traz baderna som muiiiiiiiiiiiiiito alto..........bons tempo que pessoal cantava com voz hj tudo eletronico na minha opiniao nao vale R$ 1,00
 
Marcos Rezende em 20/05/2013 08:48:14
O MPE me parece amarrado em nosso estado,ele" acende a fogueira e depois deixa o fogo apagar".
 
walter oliveira em 20/05/2013 08:48:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions