A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

21/10/2013 11:29

Bernal não recebe notificação, mas se reúne com ex-vereador na Prefeitura

Aline dos Santos e Leonardo Rocha
Funcionário da Câmara foi informado que prefeito não estava. (Foto: Cleber Gellio)Funcionário da Câmara foi informado que prefeito não estava. (Foto: Cleber Gellio)
No mesmo horário, Athayde Nery entrou no gabinete para reunião com Bernal. (Foto: Cleber Gellio)No mesmo horário, Athayde Nery entrou no gabinete para reunião com Bernal. (Foto: Cleber Gellio)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), não foi localizado no Paço Municipal pelo funcionário da Câmara Municipal que levou a notificação da Comissão Processante, que pode resultar na cassação do seu mandato. No entanto, no mesmo horário, às 11h, teria reunião em seu gabinete com o ex-vereador Athayde Nery (PPS).

Nery chegou à Prefeitura, falou rapidamente para a imprensa que se reuniria com Bernal e rumou para o gabinete. “Nesse momento, é preciso ter uma cirurgia fina, muito cuidado na articulação política. Estamos vivendo uma situação delicada e sensível”, opinou sobre a atual momento político da Capital.

De forma oposta, Gustavo Menezes, funcionário do apoio legislativo da Câmara, foi orientado a retornar após às 13h30. Ele foi recepcionado por Luiz Carlos Santini, que, por ordem judicial, foi exonerado do posto de procurador-geral. Santini informou que agora está na função de assessor jurídico, como funcionário comissionado.

O servidor do Poder Legislativo municipal levou à Prefeitura uma caixa com as denúncias que deram origem à Comissão Processante e um questionário. O prefeito, quando notificado, terá prazo de dez dias para apresentar defesa e lista com até dez testemunhas.

Em seguida, a comissão tem prazo de cinco dias para analisar a reposta, decidindo pelo arquivamento ou continuidade do processo. Diante da tentativa frustrada, o servidor disse que vai ligar antes de voltar no período vespertino. O expediente será para não perder a viagem.

Fio da navalha - Com 31 páginas, a denúncia - que embasa a comissão e o pedido de afastamento feito pelo MPE (Ministério Público Eleitoral) à Justiça – aponta que o prefeito “vem perpetrando, em todas as áreas de atuação do município, inúmeros atos administrativos nocivos aos cidadãos e à economia campo-grandenses, demonstrando um inacreditável despreparo e uma intolerável ineficiência para o exercício do mandato que foi confiado”.

Conforme o documento, a Prefeitura na gestão de Bernal teve a “emergência fabricada”. Ou seja, que o prefeito teria prejudicado empresas que vinham prestando serviço para beneficiar a Salute Distribuidora de Alimentos Ltda, Jagás Com. de Gás Ltda e MegaServ

“O denunciado se utilizou, ardilosamente, de meios para fabricar situações emergenciais, valendo-se, para tanto, de omissão no pagamento a alguns fornecedores (inadimplência seletiva), resultando na descontinuidade dos serviços públicos, gerando artificialmente uma crise e forçando a contratação direta de empresas ‘apadrinhadas’ pelo mesmo”, diz um dos trechos.

Bernal nega irregularidades e já informou que vai à Justiça para derrubar a Comissão Processante.




EU ACHO QUE DEVERIAM CONVOCAR OS 270,00 MIL ELEITORES E PEDIREM PARA ELES ARRUMAREM A CIDADE, COLOCAR CAMPO GRANDE PARA FUNCIONAR, OU IR PARA AS RUAS PEDIR PARA ESTE PREFEITO SAIR DELA, POIS NÃO TEM NENHUMA CAPACIDADE ADMINISTRATIVA. QUALQUER UM SERIA MELHOR DO QUE ELE!!!!!!!!!!!
 
paulo roberto em 21/10/2013 20:49:26
Caro guilherme vc quer mais fatos concretos como esses que aparece todos os dias ou vc nao acompanha as noticias e os fatos.
 
Gilmar Benedito em 21/10/2013 13:55:04
Segue uma instrução a vocês, membros da Câmara de Vereadores de Campo Grande-MS, e , notadamente, àqueles que estarão conduzindo a comissão processante. Ao entregarem a notificação ao Prefeito Alcides Bernal, reservem uma cópia da mesma aos Senhores Delcídio do Amaral, Reinaldo Azambuja, Vander Loubet, Zeca do PT e, desculpem, também àqueles que eu possa estar esquecendo, pois eles têm igual responsabilidade por tudo o que de ruim está passando a pobre população de Campo Grande, aliás, não só a pobre população, mas, toda a população. Aqueles que o abraçaram, apoiaram, prometeram juntamente com ele mundos e fundos e que, infelizmente, não estão cumprindo com suas promessas espetaculosas, são igualmente responsáveis, não sendo moralmente, políticamente, eticamente correto que o abandonem.
 
Gilberto Ferreira do Amaral em 21/10/2013 13:03:47
Na política, há que se ter imensa capacidade de articulação, algum conhecimento de administração, alguma capacidade psicológica e um enorme jogo de cintura, para que se consiga governar. Tudo isto, infelizmente, o prefeito Alcides Bernal vem demonstrando que não tem. Destarte, não é justo crucificá-lo individualmente, pois, se ele está falhando, estão falhando juntamente com ele, e ninguém pode esquecer disto, principalmente a pobre população que nele depositou todas as suas esperanças, os seus aliados políticos que, no segundo turno , mais específicamente, juntaram-se ao seu partido e ao seu pseudo plano de gestão e administração, abraçando-o, apoiando-o . São responsáveis solidários os Srs. Delcidio, Zeca, Reinaldo,Vander, Dilma, dentre outros.......Cadê vocês?
 
Gilberto Ferreira do Amaral em 21/10/2013 12:22:31
EU GOSTARIA DE VER FATOS CONCRETOS E NÃO SUPOSIÇÕES, POIS É DISSO QUE SE PRECISA PARA CONDENAR OU NÃO QUALQUER PESSOA. E O ÔNUS DA PROVA É DE QUEM ACUSA.
 
Guilherme Luiz em 21/10/2013 11:49:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions