ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 12º

Política

Bernal reavalia situação de Freire e decide amanhã, diz Pedro Chaves

Por Zemil Rocha | 06/11/2013 17:26
Bernal disse a Chaves que decide amanhã sobre possível demissão (Foto: Marcos Ermínio)
Bernal disse a Chaves que decide amanhã sobre possível demissão (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito Alcides Bernal (PP) está reavaliando a permanência ou não do secretário municipal de Receita, Gustavo Freire. “O prefeito está com parecer jurídico, analisou profundamente e até amanhã à tarde ele deve tomar uma decisão”, informou o secretário de Governo, Pedro Chaves.

Há muita pressão política para que Freire seja exonerado em razão a demissão a bem do serviço público do cargo de auditor da Receita Federal, em razão de um processo disciplinar decorrente da acusação de cobrança de propina na liberação de cargas quando trabalhava em Corumbá.

Dentro de suas atribuições como articulador político da administração Bernal, o secretário Pedro Chaves já manifestou sua posição ao prefeito, mas prefere não revelá-la. “Troquei ideias com o prefeito, mas prefiro me preservar. A decisão é dele”, afirmou o secretário de Governo, cargo que antes também era, cumulativamente, ocupado por Freire.

Nesta noite, a partir das 18 horas, os vereadores que integram a base de apoio de Bernal se reúnem para discutir a situação de Gustavo Freire. Diante da demissão deste por improbidade administrativa pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, a maioria deles defende que o prefeito também faça o mesmo em respeito à Lei de Ficha Limpa.

Apesar dessa pressão política, o parecer jurídico que está nas mãos de Bernal não detecta impedimento a que Freire continue no cargo. “Ele tem direito de recorrer à Justiça para verificar a legalidade do processo disciplinar e a ultima palavra é do Judiciário”, afirmou Denir Nantes, procurador-geral do Município. “Mas quem dá a última palavra é o prefeito”, acrescentou ele.

Nos siga no Google Notícias