A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

05/11/2013 14:24

Na Câmara, maioria desconhece “habilidade política” de Pedro Chaves

Zemil Rocha e Kleber Clajus
Rose acha que Bernal demorou demais e que um secretário não o salvará (Foto: Cleber Gellio)Rose acha que Bernal demorou demais e que um secretário não o salvará (Foto: Cleber Gellio)

A maioria dos vereadores ouvidos hoje pelo Campo Grande News desconhecem o poder de articulação política do novo secretário municipal de Governo, Pedro Chaves (PSC), escolhido ontem à noite pelo prefeito Alcides Bernal (PP). Eles elogiam Chaves, que é primeiro-suplente do senador Delcídio do Amaral (PT), como educador e empresário, mas nada sabem sobre seu currículo em se tratando de engenharia política.

O vereador Deley Pinheiro (PSD) disse que não conhece as habillidades de Pedro Chaves como articulador político. “Acho que até mesmo quem o indicou não conhece”, afirmou.

Paulo Siufi (PMDB) considera que Bernal teria mais chance de buscar atrair mais apoio de outras forças políticas caso tivesse optado pelo presidente regional do PPS, ex-vereador Athayde Nery. “Acho que o Athayde tinha mais condições”, opinou. Quanto a Chaves, segundo Siufi, é preciso aguardar e ver como se comporta.

Para a vereadora Rose Modesto (PSDB), que chegou a integrar a base de Bernal no começo do ano, mesmo que Chaves tivesse habilidade política dificilmente terá condições de reverter a crise política desfavorável ao prefeito. Ela considera que o prefeito “deixou a corda esticar demais” e que agora é tarde. “E não vai ser um secretário que vai mudar alguma coisa. O prefeito demorou demais. Tem seqüelas entre os partidos”, argumentou.

Carla Stephani (PMDB) respeita a decisão do chefe do Executivo, mas tem conhecimento restrito das competências de Pedro Chaves. “É um grande educador e espero que também um grande articulador”, declarou a peeemedebista.

Ex-aliado de Bernal, o vereador Valdecy Chocolate confessou que não conhece Pedro Chaves, mas afirmou que respeita a decisão do prefeito. Já Paulo Pedra (PDT) preferiu não se manifestar sobre a escolha.

Presidente municipal do PP e integrante de base de apoio a Bernal, o vereador Derly dos Reis, o Cazuza, entende que Pedro Chaves vem para “contribuir” e que é uma liderança “respeitada no meio empresarial e político e com trânsito em todos os poderes”. Observou, porém, que seu sucesso dependerá de ter “autonomia” para promover as articulações políticas necessárias.

 




Só na câmara?
 
ricardo rodrigues em 05/11/2013 16:33:04
Permitam-me traduzir essas palavras " habilidade política",: $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$.
É o desejo maior dos nossos vereadores, por favor
 
Marcos Jose em 05/11/2013 15:33:47
Acho que o Pedro Chaves entrou em uma grande fria. Apesar de grande educador, ele não vai resolver os problemas causados pelo Bernal, e com certeza lhes sobrarão muitas e muitas críticas.
Não conheço suas habilidades politicas, sei que "foi indicado" como primeiro suplente do Senador Delcidio, mas não deve ter "bala na agulha" para fazer um bom trabalho.
O Pedro Chaves é uma pessoa bem relacionada na sociedade, tem um grande patrimônio, e jamais precisaria ser um secretário municipal.
Tenho suspeita que o Pedro Chaves veio integrar a bancada de secretários do Bernal, para tentar fazer a cabeça dos vereadores que querem e que devem degolar o Bernal.
O melhor trabalho que o Pedro Chaves poderia fazer, seria afiar a guilhotina que vai degolar o Bernal.
 
VALDIR VILLA NOVA em 05/11/2013 15:23:48
Receita para o Sr Pedro Chaves ter sucesso como articulador político: Professor Pedro, é tudo muito mais simples que parece. Pegue o bolo e reparta.

Dê um pouquinho pra um, um pouquinho para outro, mais um pouquinho para outro e outros.

Assim, no final, todo mundo fica feliz, principalmente quem tanto está chorando.

Lembre o prefeito de Campo Grande que o Collor caiu porque queria tudo só pra ele. Política é assim: a arte de dividir o bolo entre lobos famintos do doce feito com dinheiro público.
 
Paula Saldanha em 05/11/2013 14:43:53
O Pedro Chaves terá o argumento que o Athaide não teria. Quem viver, verá.
 
JOSÉ NASCIMENTO em 05/11/2013 14:33:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions