A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/12/2013 08:16

Bernal se reúne com Delcídio para ampliar base e salvar mandato

Leonardo Rocha
Bernal se reúne com Delcídio e novos aliados para discutir ampliação da base (Foto: Divulgação)Bernal se reúne com Delcídio e novos aliados para discutir ampliação da base (Foto: Divulgação)

Após conseguir duas liminares e evitar a cassação do mandato na quinta-feira (26), o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), passou a contar com o apoio oficial do senador Delcídio do Amaral (PT), para ampliar a base aliada. Ontem, ele se reuniu como petista e os novos vereadores aliados para definir a estratégia para salvar o mandato. 

Bernal se encontrou, ontem à noite (27), com o senador Delcídio do Amaral (PT) e os vereadores Cazuza (PP), Paulo Pedra (PDT), Edson Shimabukuro (PTB), Jamal Salém (PR), e os deputados federais Antônio Carlos Biffi (PT) e Vander Loubet (PT).

Em sua página pessoal no Facebook ele afirmou que a reunião buscava dar mais tranquilidade e melhorar a vida da cidade e que todos estavam reunidos pelo “bem” de Campo Grande.

Além dos parlamentares, estiveram na reunião o ex-vereador Athayde Nery (PPS) e o ex-presidente estadual do PT, Marcus Garcia. Bernal está correndo contra o tempo para ter no mínimo dez vereadores em sua base aliada, para evitar a cassação de seu mandato.

Delcídio evitou comentar a reunião. No entanto, no Facebook, o senador petista destacou que a "moagem em Campo Grande" continua em janeiro, referindo-se ao julgamento do mandato de Bernal. Nos últimos meses, ele vinha tentando se desvincular do prefeito temendo desgaste político, já que é o pré-candidato a governador do PT em 2014. 

Na última sessão na Câmara, na quinta-feira (26), quando por liminar da justiça os trabalhos da Comissão Processante foram suspensos, apenas seis vereadores assinaram documento dizendo fazer parte da base do prefeito: Alex do PT, Airton do PT, Zeca do PT, Luisa Ribeiro (PPS), Cazuza (PP) e Gilmar da Cruz (PRB).

Apresentação – O prefeito irá dar posse na próxima segunda-feira (30) aos novos secretários Lilian Maksoud, diretora-presidente do IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande), Dirceu Peters, diretor-presidente da Emha (Empresa Municipal de Habitação) e Jean Saliba, que estará à frente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

As três nomeações fazem parte do planejamento do prefeito para aumentar sua base aliada. Jamal já confirmou que a indicação de Lilian Maksoud foi sua, enquanto que Peters foi nome indicado do PDT e Jean Saliba do PTB.

O vereador Edson Shimabukuro chegou a admitir ontem que depois da nomeação de seu aliado, irá votar contra a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP), já que agora fazia parte da base aliada.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...


O PMDB não ganhou nas urnas, queria ganhar na marra... queria.
 
luizio espinoza em 28/12/2013 18:33:56
Isso é para a população refletir, Delcidio e Azambuja sempre do lado do Bernal quando lhes convém, é esta a máxima do caráter destes sujeitos, é bom a população ver e dizer um basta ao tal do Delcídio que gosta de se passar por bom moço, quando a presidANTA estava "popular" aparecia ao seu lado o tempo todo, mas agora.... mesma coisa do Bernal, muita sujeira, o pior que se este Delcidio ganhasse ainda nos daria de brinde o mega empresário Pedro Chaves no senado por quatro anos sem ter se quer recebido diretamente um voto na sua vida, além de ser apenas mais um representante da classe abastada, dominante que não valoriza o trabalhador, apenas o usa.
Vamos ver o que acontece, Campo Grande já viu o que dá esta de mudança por mudança, que na verdade é a volta dos "companheiros" do Zeca.
 
Fernando`Padoin Figueiredo em 28/12/2013 17:16:32
É esse o caminho.
 
Valter Oliveira em 28/12/2013 13:00:02
Com todo mundo no bolso, continua os mesmos mandos e desmandos.
ETA ! isso e Campo Grande MS. Aonde não existe lei ou alguém que
faca justiça. Cada um por si e Bernal por todos. KKKKK......
 
Vera Lucia Dias em 28/12/2013 12:57:35
Eu mudei meu voto para governador em 2014, no Delcidio eu não voto mais.
 
Marcos Wild em 28/12/2013 11:16:53
E O DELCÍDIO E AZAMBUJA A TODO MOMENTO RETIRAM APOIO A BERNAL, COM MEDO, O DELCIDIO QUE INCLUSIVE BRIGOU PORQUE TEVE FOTO ASSOCIADA AO BERNAL EM REPORTAGEM DE TV. ELE E O AZAMBUJAM A TODO MOMENTO CONFUNDEM A POPULAÇÃO. AFINAL APOIAM OU NÃO O BERNAL? O PREFEITO MALUCO QUE ELES AJUDARAM A COLOCAR AI...
 
MARCELO MATOS em 28/12/2013 11:07:05
ENQUANTO ACONTECE ESSAS REUNIÕES POLITIQUEIRAS, OS BAIRROS DA CAPITAL SEGUEM NO ABANDONO E FARMÁCIAS SEM REMÉDIOS. VOTEI NO BERNAL, MAS NO DELCÍDIO NÃO VOTO PORQUE PT NO GOVERNO DO ESTADO NUNCA MAIS...NÃO QUERO VER O MEU QUERIDO MS ANDANDO PARA TRÁS.
 
luiz carlos soares em 28/12/2013 11:00:15
É o senador começou bem sua caminhanda rumo ao governo do estado,o PT ja não é confiavel ainda mais se unindo ao atual prefeito de campo grande só por (DEUS), diga-me com quem andas te direi quem és, ja tivemos um péssimo governo do PT,será que vamos eleger um outro do mesmo perfil do Zéca que só quer o poder pelo poder,mato grosso do sul merece respeito.
 
marco antonio em 28/12/2013 10:54:58
CHEIRO DE MARACUTAIA... QUANDO UM TAL PARTIDO ESTA POR TRAZ E ISSO Q O PAIS TEM VISTO
 
JOSE CALAZANS ECHEVERRIA em 28/12/2013 10:48:22
Nada com um agrado, passar mel na boca desse Edson Shimabukuro.
Q vergonha heim vereador, so passou para o outro lado pq esse Bernal fez sua vontade, nao pensou na cidade, nem mesmo em quem votou no Sr.
Em pensar q eu admirei sua postura diante da primeira reuniao de 2013 junto ao prefeito.
Esse Bernal nunca fez nada como vereador, nem mesmo como deputado, e nao fara como Prefeito, se podemos chama-lo assim, passou 360 dias do ano sem fazer nada. Ele correu pra fazer suas nomeacoes, apenas pra conquistar aliados e nao pela nossa Capital, E UMA VERGONHA DAREM APOIO A ESSE PREGUICOSO Q SO CULTIVA FOFOCA EM SEU GABINTE, FOOOORAAA BERNAL!!
 
Inah Goncalves em 28/12/2013 10:30:38
Penso que o Bernal deveria chamar o vereador Carlão e conversar para ele também compor a base aliada. O Carlão é de palavra e reclama que quer uma pasta para tratar de assuntos fundiários na capital. É justo. Ninguém dá apoio sem nada em troca, é do jogo político.
Assim, o Bernal poderia criar uma Diretoria na Secretaria de Meio Ambiente para cuidar dos assuntos fundiários e entregar esta diretoria ao Carlão que já deu mostras de não querer a cassação quando votou contra a instalação da Comissão Processante.
Ainda, poderia chamar o Azambuja e pedir para o PSDB se definir. Apóia ou não apóia. Se não apoiar, convide a Simone Tebet - que é pessoa decente - e negocie o apoio a governabilidade com o voto de 2 vereadores, em contrapartida a apoie para o SENADO, contra o Azambuja.
 
Jose Carlos Viaha em 28/12/2013 09:51:18
Como essa politica está suja, uma vergonha os vereadores Edson Shimabukuro, Paulo Pedra e Dr Jamal, não devem ter vergonha na cara depois de votarem pela comissão, estarem batendo agora ganham esmolas? eles também deveriam serem cassados, uma pena que o Pedra voltou...
 
Altimar Valerio em 28/12/2013 09:31:20
QUE VERGONHA, AI ESTA A MUDANÇA TÃO ESPERADA PELO POVO, MEDA ISSO QUE EU TE DOU AQUILO, ENQUANTO ISSO NOSSA POPULAÇÃO CAMPOGRANDENSE CONTINUA NA M...................... PARABENS SIUFI
 
ari junior em 28/12/2013 09:17:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions