A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

26/05/2011 21:25

Câmara aprova mudanças no Código de Ética da Casa

Débora Diniz, de Brasília

Plenário decide aumentar rigor contra deputados infratores e dar mais autonomia ao Conselho

A Câmara dos Deputados aprovou hoje a proposta que altera o Código de Ética e Decoro Parlamentar. A nova redação prevê mudanças como o ressarcimento ao erário das vantagens indevidas obtidas com recursos públicos.

O texto aprovado define como quebra de decoro parlamentar a utilização de verbas de gabinete ou qualquer outra inerente ao exercício do cargo. Ou seja, o mau uso das cotas a que os deputados têm direito, como para compra de passagens, serviços de correio e de telefonia, também passa a ser sujeito à punição.

A proposta aprovada dá autonomia ao Conselho de Ética para agravar ou atenuar a pena indicada na representação contra o parlamentar. Com isso, o colegiado pode determinar a cassação do deputado, mesmo que esta punição não tenha sido solicitada.

O novo código estabelece quatro penalidades para casos de quebra do decoro parlamentar: censura verbal ou escrita; suspensão de prerrogativas regimentais por até seis meses; suspensão do exercício do mandato por até seis meses; e a perda do mandato.

O projeto foi aprovado na forma de substitutivo apresentado em Plenário pelo 2º vice-presidente da Câmara, deputado Eduardo da Fonte (PP-PE), ao Projeto de Resolução 137/04, da ex-deputada e atual senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

As alterações aumentam o rigor das penalidades e dão mais autonomia ao Conselho de Ética, que passará a ter 21 titulares, em vez dos 15 atuais, com igual número de suplentes. (Com informações da Agência Câmara)

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions