A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Dezembro de 2018

18/04/2018 16:39

Câmara debate situação das aldeias urbanas de Campo Grande

São ao menos 13,5 mil indígenas morando hoje na Capital

Kleber Clajus
Evento ocorre, na sexta-feira (20), no Plenário Oliva Enciso (Foto: Izaias Medeiros/CMCG)Evento ocorre, na sexta-feira (20), no Plenário Oliva Enciso (Foto: Izaias Medeiros/CMCG)

Os vereadores de Campo Grande debatem, na sexta-feira (20), a situação das aldeias urbanas na Capital. Audiência pública ocorre, a partir das 9h, no Plenário Oliva Enciso. Iniciativa foi da mesa diretora, em alusão ao Dia do Índio comemorado em 19 de abril.

Para o presidente da Casa de Leis, João Rocha (PSDB), este é o momento adequado para se debater como as pessoas que moram nas aldeias urbanas tem sido atendidas em áreas como saúde, educação e saneamento básico. "É uma questão de proteção e cuidado".

Cinco áreas são reconhecidas como aldeias urbanas, sendo elas Marçal de Souza, Água Bonita, Tarsila do Amaral, Darcy Ribeiro e Jardim Inápolis. A prefeitura, inclusive, analisa dados de censo sobre essas comunidades para nortear políticas públicas a uma população que soma 13,5 mil indígenas das etnias Guarani, Kadiwéu, Caiuá, Terena, Ofaué e Xavante.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions