A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/07/2009 10:12

Câmara reduz custos em 18,3% e vai devolver dinheiro

Redação

As medidas de contenção de gastos com água, luz e telefone celular geraram uma economia na Câmara Municipal de Campo Grande de 18,3% neste 2º trimestre. E o presidente da Casa, Paulo Siufi (PMDB), já fala em devolver à Prefeitura, no final do ano, parte do duodécimo. A declaração foi feita nesta manhã, em entrevista coletiva no plenário Edroim Revertido.

Neste ano, segundo Siufi, a Câmara deixou de gastar cerca de R$ 50 mil por mês, com uma redução do custeio de R$ 500 mil para R$ 450 mil/mês. "Com certeza haverão sobras no final do ano e esse dinheiro será devolvido", ressaltou Siufi.

O problema com a conta de água foi solucionado com a descoberta de um vazamento. Após a intervenção, o valor pago pela Câmara desabou 48%. Já os gastos com telefone celular passaram de R$ 65.658, de janeiro a março, para R$ 63.653 neste trimestre.

Conforme Siufi, o único aumento de custeio nos últimos três meses foi no número de fotocópias. Haviam sido feitas 3.398 fotocópias nos três primeiros meses do ano, número que subiu para 9.523 no segundo trimestre. Esse aumento é explicado pelo recesso do início do ano. As sessões legislativas tiveram início somente em fevereiro.

A tendência é de que na segunda metade do ano diminua também a quantidade de cópias tiradas no parlamento. O presidente da Câmara explica que está sendo implantado um sistema para que a tramitação dos projetos seja feita via online, reduzindo a necessidade de serem feitas cópias.

No primeiro trimestre, a redução no custeio da Câmara havia sido um pouco menor, de 16,8% - mas superando a meta de 15%. Segundo Siufi, todos os gabinetes participaram das medidas de contenção de gastos, tomadas em razão da crise mundial.

O presidente da Câmara espera que essa devolução do dinheiro à prefeitura não saia de graça. Ele acredita que a sobra poderá ser usada pela Prefeitura para indenizar a Haddad Engenharia Ltda pela desapropriação do prédio da Câmara, na Rua Ricardo Brandão, próximo ao Shopping Campo Grande.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions