A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

28/07/2012 12:00

Campanha eleitoral movimenta região central de Campo Grande

Fabiano Arruda
Cabos eleitorais de diversos partidos promoveram bandeirada e adesivagem na manhã deste sábado na região central da Capital. (Foto: Rodrigo Pazinato)Cabos eleitorais de diversos partidos promoveram bandeirada e adesivagem na manhã deste sábado na região central da Capital. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Quem passou pelo Centro de Campo Grande na manhã deste sábado viu um pouco da movimentação da campanha às eleições municipais. Cabos eleitorais de diversos partidos se aglomeraram na avenida Afonso Pena e se concentraram nos cruzamentos com as ruas 13 de Maio, 14 de Julho e Calógeras.

Eles agitavam bandeiras de candidatos a prefeito e vereador, distribuíam santinhos e promoviam adesivagem de veículos.

E na luta para atrair a atenção do eleitor vale tudo. José Tadeu Ferreira, de 52 anos, estava vestido com uma fantasia de cachorro na cor rosa. Segundo ele, o “mico” vale a pena em prol da candidata Dra Juci, médica veterinária. “Tem credibilidade e ficha limpa”.

Pela primeira vez na disputa, ela já sabe como tentar atrair votos. Pretende sugerir soluções no combate à leishmaniose, que ganhou espaço em Campo Grande com o caso do cão Scooby.

No meio do movimento e tentando convencer a população que passava pelo local, o candidato Kill Films segurava seu cartaz no pescoço.

O nome, um pouco inusitado, tem a ver com seu trabalho com a instalação de insulfilms e o sobrenome, que é Kill. O diferencial de proposta, segundo ele, é o trabalho com os jovens.

Cabo eleitoral veste fantasia chamativa para atrair eleitores.Cabo eleitoral veste fantasia chamativa para atrair eleitores.
Candidato a vereador pendura cartaz em busca de votos.Candidato a vereador pendura cartaz em busca de votos.

Regras - O campo-grandense pode fiscalizar o cumprimento das regras para campanha definidas pela Justiça Eleitoral. A distribuição de panfletos e adesivos. por exemplo, ficou restrita em sete pontos, que serão revezados entre as coligações.

A distribuição deve ser feita somente por cabos eleitorais, que não podem usar roupas com número das coligações, somente com a logomarca do partido ou coligação.

O trabalho só pode ser feito nos cruzamentos da Afonso Pena com Calógeras, com 14 de Julho, com 13 de Maio, Pedro Celestino, Padre João Crippa, Paulo Coelho Machado e Via Parque. Na avenida Mato Grosso eles só podem ser entregues na esquina com a rua Ceará.

De acordo com a 35° Zona Eleitoral, responsável pela definição das medidas, os candidatos devem comunicar os eventos públicos de grande porte na região central com pelo menos cinco dias de antecedência junto para o Comando da PM (Polícia Militar), Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), Agetran (Agência Municipal de Trânsito), PF (Polícia Federal) e Deops (Delegacia Especializada de Ordem Política e Social).

Ficam proibidos os eventos a menos de 200 metros de quartéis, hospitais, postos de saúde. No caso de escolas, bibliotecas, igrejas a proibição só é valida quando estiverem em funcionamento. Os eventos também só podem ser realizados com um quilômetro distância entre si.

A instalação de aparelhos de som é proibida na Afonso Pena entre as ruas Pedro Celestino e 14 de Julho.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions