ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 28º

Política

Campanha na Capital terá "Flor da Sorte", "Bala de Prata" e "Mano Xis"

Os "nomes políticos" inusitados estarão nas urnas na disputa pelos cargo de vereador

Por Leonardo Rocha | 26/09/2020 10:50
Urna eletrônica usada na votação das eleições 2018 (Foto: Arquivo)
Urna eletrônica usada na votação das eleições 2018 (Foto: Arquivo)

Como nas eleições anteriores, a campanha em Campo Grande volta a ter nomes inusitados na disputa ao cargo de vereador. Estão no páreo, por exemplo, o “Bala de Prata”, “Mano Xis”, “Flor da Sorte” e “Branco Billy”. Estes são os chamados “nomes políticos”, que inclusive estarão nas urnas para apreciação dos eleitores.

O “Bala de Prata” trata-se do locutor e radialista Josias de Souza (DEM), de 43 anos. Já “Mano Xis” é o carpinteiro Márcio Leite Fernandes (Cidadania) de 50 anos. Já “Flor da Sorte” tem haver com seu nome, já que chama Floreci Virginia de Carvalho (Republicanos).

Voltam para disputa alguns políticos já conhecidos, como o “Acumulou” (Cláudio Pereira do Prado - SD), Charupá do Povo (Antônio de Jesus Charupa – PSD) e Wilson Chororó (Wilson José da Costa – PP), que é conhecido em função do cabelo, que é parecido com o cantor sertanejo.

Também tem o “Tchê, Tchê, Tchê”, que é o Luiz Gustavo da Silva (PV), o “Branco Billy”, que se trata de Otacílio Pereira (PSDB), A Toquinho (Gislaine Baptista – PV), além de outros nomes como o “Bigode Segurança” (Roberto Carlos Cezar – PSB), o “Campeão” (Luis Alselmo Duarte – Cidadania) e o “Mhoa” (Moacir Barbosa a Silva – PP).

A intenção dos candidatos é ganhar a simpatia dos eleitores ou ser reconhecido pelos conhecidos, já que muitas vezes o apelido é mais “famoso” do que o seu nome de batismo. Por enquanto já foram registrados 769 candidatos a vereador na Capital, e o prazo segue até às 18h.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário