A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

11/06/2014 10:08

Cancelamento da visita de Dilma a MS não afeta liberação de recursos, diz Olarte

Francisco Júnior e Helton Verão

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), justificou o cancelamento da agenda da presidente Dilma Roussef (PT) a Mato Grosso do Sul nesta semana. Ela participaria de solenidade para assinatura de convênios de quase R$ 500 milhões para obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) Mobilidade Urbana e Pavimentação.

“O governo Federal está com muitas ações, venho falando desde mês passado isso, em comparação aos grandes centros, apesar de se tratar de um grande evento para Campo Grande, ainda não se equipara com evento de grande centros”, explicou Olarte.

O prefeito ressaltou também que o ritmo da pré-campanha e a abrtura da Copa nesta quinta-feira comprometeram a vinda dela e do ministros das Cidades, Gilberto Occhi.

Segundo Olarte, apesar deles não terem vindo, a liberação de recursos para o Estado não será comprometida. Ele disse que já agilizou uma conversa com superintendente da Caixa, Paulo Antunes, e que as próximas obras não vão ser afetadas.

Conforme o prefeito, já foram assinados contratos de R$ 1,5 milhão e que assinatura da presidente e do ministro nestes documentos ” seriam simbólicas”.

Cerca de 20 servidores da Caixa e da Prefeitura estão mobilizados para agilizar os contratos e facilitar a liberação de recursos para Campo Grande.

Presidente Michel Temer deve ter alta na manhã desta sexta-feira
O presidente Michel Temer deverá ter alta hospitalar na manhã desta sexta-feira (15), informou o médico Roberto Kalil Filho, que coordena os cuidados...
Interrogatório de Lula na Operação Zelotes é marcado para fevereiro de 2018
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions