A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

09/11/2013 15:48

Candidata da oposição no PT, Elza diz que luta pela “democracia interna”

Zemil Rocha
Elza Jorge diz que sempre defendeu com unhas e dentes a democracia interna no PT (Foto: arquivo)Elza Jorge diz que sempre defendeu "com unhas e dentes" a democracia interna no PT (Foto: arquivo)

A candidata oposicionista na eleição para a presidência do Diretório Municipal do PT de Campo Grande, professora Elza Jorge, considera que sua chapa representa a luta pelo resgate da democracia interna no partido. “Sempre defendi com unhas e dentes a democracia interna do PT, que tem de estar presente nas plenárias, com cursos de formação e com a Executiva do partido se reunindo no mínimo a cada 15 dias e o Diretório periodicamente, como manda o Estatuto, mas que não tem acontecido nos últimos anos”, afirmou Elza.

Indagada se saiu otimista da campanha eleitoral e sobre sua pespectiva para a eleição deste domingo, das 9 às 17 horas, Elza Jorge respondeu: “Campanha é como vestibular, quem não estudou o ano inteiro não adianta deixar para a última hora”.

Considera que cumpriu seu papel na campanha eleitoral e que levou uma mensagem diferenciada para os petistas da Capital. Instada a informar se está otimista qual ao resultado da eleição, ela afirmou: “Ninguém entra na disputa para perder, entra achando que vai ganhar”. Não quis, porém, estimar um percentual de votos. “Não faço esse tipo de prognóstico. Seria prepotência falar em percentual”, justificou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions