A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/06/2013 09:35

Candidato se defende de acusações e afirma ser vítima de armação eleitoral

Jéssica Benitez

O candidato a prefeito de Bela Vista nas eleições suplementares 2013, Dr. Renato de Souza Rosa (PSB), afirma que as provas que embasam a decisão do juiz Maurício Cleber Miglioranzi Santos, da 17ª Zona Eleitoral, responsável por cassar a candidatura do médico, não são verídicas e que já entrou com recurso para “virar o jogo”.

Segundo Renato, a acusação de compra de votos na eleição de 2012 não tem fundamento algum. “Todos na cidade me conhecem e sabem que não sou de comprar votos. Faço campanha limpa, descente e familiar”, explicou. 

O médico é candidato pela Coligação Reaja Bela Vista e está sendo acusado de ter distribuído combustível no dia 2 de outubro do ano passado. E isso tudo com propaganda em rádio em cidade do Paraguai, vizinha de Bela Vista. “Quer combustível vai na casa do Luigi Brite (que é concunhado de Renato) para participar da carreata do 40”, anunciava a rádio.

“Isso é uma armação. 100% das rádios tanto daqui quanto da cidade vizinha são do meu adversário. Eles entregaram um CD ao juiz e a Justiça, sequer, pediu perícia para ver se o material é verdadeiro”, defendeu-se Renato ressaltando que as supostas gravações veiculadas nas rádios do município são “limpas”, portanto caracterizam que foram feitas em estúdio o que deixa clara a cilada.

Outro ponto contestado é o fato de o juiz ter colocado o nome do candidato como Renato Loureiro, enquanto, na verdade, não tem nenhum vinculo com o sobrenome mencionado. “Eles estão fazendo isso para me ligar com uma senhora com o sobrenome Loureiro que está afirmando que eu forneci gasolina aos eleitores, mas isso de forma alguma procede”, disse.

Renato pontua todas estas colocações no processo que ingressou para recorrer da decisão judicial. Enquanto a conclusão não sai ele pode continuar fazendo campanha normalmente. A atual eleição suplementar em Bela Vista é disputada por quatro candidatos a prefeito. Além de Renato, estão concorrendo Marco Palmieri (DEM), Reinaldo Pitti (PSDB) e Professora Orlanda dos Santos (PHS).

Juiz considera candidato inelegível e o tira da disputa em Bela Vista
O juiz eleitoral Maurício Cleber Miglioranzi Santos, da 17ª Zona Eleitoral, em Bela Vista, decidiu pela inelegibilidade do candidato a prefeito Renat...
Começa a campanha eleitoral em Jardim, Bela Vista, Caracol e Figueirão
Nesta semana começou efetivamente a campanha eleitoral nos quatro municípios de Mato Grosso do Sul onde ocorrem eleições suplementares. Pelo calendár...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions