A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

04/10/2012 22:39

Candidatos a prefeito chegam a emissora para último debate

Fabiano Arruda, Gabriel Neris e Paula Vitorino
Diante de cabos eleitorais, Edson Giroto chega para debate. (Foto: Minamar Junior)Diante de cabos eleitorais, Edson Giroto chega para debate. (Foto: Minamar Junior)

Os seis candidatos à Prefeitura de Campo Grande já estão na sede da TV Morena, afiliada da Rede Globo, para participar do debate marcado para começar às 23h25 desta quinta-feira.

Os concorrentes entraram no estacionamento e, a maioria deles, falou com a imprensa de dentro do carro.

Edson Giroto (PMDB) chegou acompanhado da mulher e do vice, Dagoberto Nogueira (PDT). Cumprimentou os cabos eleitorais, que fazem uma grande movimentação no local.

O peemedebista disse que sua expectativa para o programa “é a melhor possível”. “Vamos falar das propostas. Coisa que os outros candidatos não sabem falar; só sabem falar mal da nossa cidade”, criticou.

Giroto acredita estar empatado tecnicamente com seu rival na disputa, Alcides Bernal (PP). “O candidato que conhece Campo Grande e o que enrola Campo Grande”, disparou.

Reinaldo Azambuja (PSDB), que foi o primeiro a chegar, comentou que estava tranquilo e que aposta que o empate ainda pode consolidar os votos dos eleitores indecisos. “O momento é importante e democrático”.

“A população depois de 16 anos quer que coloque alguém que tenha condições de governar a cidade”, complementou.

Candidato Reinaldo Azambuja foi o primeiro a chegar.Candidato Reinaldo Azambuja foi o primeiro a chegar.
Alcides Bernal chega para debate na TV Morena.Alcides Bernal chega para debate na TV Morena.

Vander Loubet, do PT, frisou o trabalho desenvolvido pelo seu partido ao longo da campanha. “Campo grande já ganhou com o segundo turno e com vários candidatos”, pontuou, demonstrando expectativa em alcançar 25% das intenções de votos.

Sob protestos de militantes de Giroto, Alcides Bernal garantiu estar confiante. “Vamos apresentar nossas propostas. Vai ser o que Deus e o povo quiser”.

Dirigindo seu veículo, Marcelo Bluma (PV) pregou que o evento seja marcado pela discussão de propostas. Também demonstrou otimismo em alcançar os eleitores indecisos nos últimos dias de campanha.

E Sidney Melo, do PSOL, assegurou que em nenhum momento pensou que não iria participar do programa. “É um direito da democracia”, declarou e disse lamentar “profundamente” que Suél Ferranti (PSTU) não participe.

A Justiça confirmou o lugar de Melo na tarde desta quinta. A emissora defendia a realização do programa com os cinco candidatos melhores ranqueados nas pesquisas de intenções de voto.

“Se não tivesse um PSOL nem o PSTU não seria um debate, mas uma conversa de amigos”, criticou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions