A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/09/2014 22:00

Candidatos ao governo apostam em debate para mudar ideia de indecisos

Eduardo Penedo e Leonardo Rocha

Os candidatos ao governo do Estado apostam no debate para conseguir os votos dos eleitores indecisos e lamentam a ausência do senador Delcídio do Amaral (PT) na contenda. O debate é promovido pelo SBT MS será transmitido ao vivo nesta noite, a partir das 22h, pelo canal 8 da TV aberta e 17 da NET.

O candidato do PT, Delcídio do Amaral enviou uma nota informando que não irá ao debate em razão de priorizar na reta final da eleição o contato direto com eleitores na Capital e interior.

Nelson Trad Filho, candidato do PMDB, lamentou a ausência do senador Delcídio do Amaral e disse que o petista tem que participar dos debates para esclarecer e mostrar suas proposta para a população. “ A eleição ainda não está decidida. Muitas pessoas ainda não decidiram seus votos , por isso os debates são essências nesse final de campanha”, explica.

O candidato tucano Reinaldo Azambuja também lamentou a ausência do senador e afirmou que esse já é o segundo debate consecutivo que o petista não participa. Azambuja ressalta que nesse debate será discutido proposta e não será de ataques. “ Nessa reta final é importante que o eleitor que está indeciso escolha seu voto baseado nas melhores propostas e isso que vai fazer nos últimos debates”, comenta.

Já o professor Monge do PSTU disse que nesse debate vai defender o socialismo em Mato Grosso do Sul e ressaltar suas propostas voltadas para a classe trabalhadora. “ Todos os candidatos tem que participar dos debates para que seja feita a democracia no Estado”, completou.

O progressista Evander Vendramini aposta no debate para ficar conhecido em Campo Grande já que veio do interior do Estado. “Por essa razão que os debates são essências para a minha campanha. Eu aposto no pedido de mudança e renovação que a sociedade quer. O povo não quer os nomes repetidos das últimas eleições”, avalia.

Já Sidney Mello do Psol explica que a sua candidatura é diferente das demais, pois é a favor da população, ética e do combate a corrupção. “Além dos indecisos quero também tentar pegar os eleitores dos outros candidatos. Os eleitores que não querem o mesmo continuísmo na política estadual.”, finaliza.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions