A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

05/05/2014 16:30

Clima no PSDB é favorável à Reinaldo como "terceira via" para o governo

Josemil Arruda
Pressão no PSDB é grande para que Reinaldo se candidate a governador (Foto: arquivo)Pressão no PSDB é grande para que Reinaldo se candidate a governador (Foto: arquivo)

O veto do PT nacional à aliança com o PSDB em Mato Grosso do Sul empurra o deputado federal Reinaldo Azambuja, mesmo que a contragosto, para apresentar-se como terceira via para a disputa do governo do Estado. O clima no PSDB, já claramente favorável à candidatura própria no encontro do “Pensando MS” na Grande Dourados, é para que os tucanos disputem o cargo de governador contra o antes possível aliado, senador Delcídio do Amaral (PT), e o ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB).

“Esse é desejo do partido e o que a gente percebe é que população de Mato Grosso do Sul também almeja algo novo, com credibilidade, com experiência. E o Reinaldo se encaixa nesse perfil”, informou o ex-deputado estadual Rinaldo Modesto, ao ser indagado se já estaria certa a candidatura de Reinaldo Azambuja à sucessão do governador André Puccinelli (PMDB).

Com Aécio - A opção do PSDB pela candidatura de Reinaldo Azambuja deve ficar mais clara no próximo encontro do “Pensando MS”, marcado para o dia 17 de maio, em Três Lagoas. Caso Azambuja assuma a condição de pré-candidato a governador, o lançamento deve acontecer no último “Pensando MS”, com a presença do presidenciável Aécio Neves. “Nessa ocasião vamos estar dizendo quem são nossos candidatos”, disse o ex-deputado.

As discussões internas e com outros partidos, segundo Rinaldo, estão avançando rumo à candidatura tucana ao governo estadual. “Estamos conversando com todas as lideranças partidárias e a gente sente pessoas com desejo de ter terceira via, que tenha proposta nova, que não tenha ranço, desgaste. O tempo há verá de nos nortear nesta linha”, defendeu, informando que há também “sinalização positiva” de possíveis aliados eleitorais, como PPS, PSB e DEM.

 

Aliança informal - O senador Delcídio do Amaral (PT) ainda tem esperança em que o PSDB de Reinaldo Azambuja aceita uma aliança informal. Delcídio apoiaria Reinaldo para a disputa da vaga do Senado e, em troca, obteria apoio na eleição para governador do Estado.

Essa alternativa, porém, sempre foi rejeitada pelos tucanos. O próprio Reinaldo afirmou recentemente, em entrevista ao Campo Grande News, que não aceita "aliança informal, aliança branca".

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions