ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  09    CAMPO GRANDE 22º

Política

Com campanha na rua e no rádio, candidatos buscam votos em reta final

Eleição suplementar para prefeito vai acontecer no dia 25 de novembro no município de Caarapó

Por Leonardo Rocha | 16/11/2018 10:57
Prefeito interino, André Nezzi (PDT) durante campanha eleitoral em Caarapó (Foto: Reprodução - Facebook)
Prefeito interino, André Nezzi (PDT) durante campanha eleitoral em Caarapó (Foto: Reprodução - Facebook)

Com eleição marcada para o dia 25 de novembro, o município de Caarapó, que fica a 283 km da Capital, a cidade está em plena campanha para escolha do prefeito, que vai ficar no cargo até o final de 2020. Os dois concorrentes estão com suas respectivas campanhas nas ruas e no rádio, para tentar conquistar o eleitor. O foco de ambos está em melhorias na saúde e geração de empregos.

Estão nesta disputa o vereador André Luiz Nezzi (PDT), que ocupa interinamente o cargo de prefeito, assim como Elzo Cassaro (Avante), que também já ocupou o cargo (prefeito) no município na década de 90. As candidaturas foram definidas no dia 25 de outubro, começando um dia depois a campanha, que segue até 24 de novembro.

Os candidatos estão focando as ações em eventos, reuniões e caminhadas nas ruas, assim como propaganda no rádio, para atingir os eleitores. A eleição suplementar vai ocorrer devido a cassação do prefeito Mário Valério (PR) e de seu vice, Martin de Araújo (DEM) em 28 de agosto, por abuso de poder econômico, na distribuição de combustível a eleitores, assim como uso indevido dos meios de comunicação, na eleição de 2016.

Aliados - Em um bloco de aliança de 10 partidos, André Nezzi tem ainda o apoio do prefeito cassado, assim como de deputados importantes na região, como Zé Teixeira (DEM) e Geraldo Resende (PSDB). Entre as propostas apresentadas está justamente o apoio e fortalecimento do agronegócio, assim como ações de saúde preventiva no município.

O atual prefeito ainda citou como meta o crescimento no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), assim como valorização dos profissionais de educação. Para infraestrutura, prometeu recuperação de ruas e pontes na área rural, para facilitar o escoamento da produção. Outro foco é ajudar pequeno e médio produtor, assim como buscar novas empresas para geração de empregos.

Desafiante – Já Elzo Cassaro (Avante) conta com apenas dois partidos na sua coligação. Ele disse ao Campo Grande News que seu foco é melhorias na saúde. “Precisa melhorar a estrutura das unidades de saúde, que está um caos, além de reforma no hospital”. Ele citou a vinda de especialistas e mais pediatras no município.

Também destaca a busca por mais empregos no município, com uma gestão mais eficiente. “A cidade cresceu tem forte atuação da agropecuária, uma industria de álcool e um comércio forte. Falta uma boa equipe para fazer a gestão dos recursos”. O candidato ponderou que a eleição está “tranquila” e que está confiante com o resultado das urnas.