A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

02/10/2016 12:04

Com pouca fila, área indígena mais populosa do país tem votação tranquila

De manhã, em algumas seções da Escola Tengatuí Marangatu a dúvida sobre documentação continuava, mas nenhum eleitor indígena ficou impedido de votar

Helio de Freitas, de Dourados
Escola Tengatuí Marangatu, onde a maioria dos índios da reserva de Dourados vota nestas eleições (Foto: Helio de Freitas)Escola Tengatuí Marangatu, onde a maioria dos índios da reserva de Dourados vota nestas eleições (Foto: Helio de Freitas)
Índios esperam para votar em escola da reserva de Dourados (Foto: Helio de Freitas)Índios esperam para votar em escola da reserva de Dourados (Foto: Helio de Freitas)

Ao contrário de eleições anteriores, a votação deste domingo (2) tem ocorrido de forma tranquila na reserva indígena de Dourados, a 233 km de Campo Grande. Mais populosa área indígena do país, com pelo menos 15 mil moradores, a reserva formada pelas aldeias Bororó e Jaguapiru tem em torno de 6.200 eleitores.

Por volta de 10h30, o Campo Grande News esteve na Escola Municipal Tengatuí Marangatu, maior local de votação da reserva, e poucas pessoas aguardavam nas filas para votar. Três policiais federais estão no local.

Apesar da calmaria nas seções, quando a votação começou, às 8h, alguns eleitores ficaram confusos por causa do documento de identificação.

Na semana passada, o TRE (Eleitoral Regional Eleitoral) informou que a carteira de identidade emitida pela Funai, embora não conste da lista de documentos relacionados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), poderia ser usada como identificação do eleitor.

Entretanto, o TRE informou que o Rani (Registro Administrativo de Nascimento Indígena) não seria aceito, como ocorreu em eleições anteriores.

Na reserva de Dourados, no entanto, tanto a carteira de identidade da Funai quanto o Rani estão sendo aceitos, conforme afirmaram eleitores índios e representantes da Justiça Eleitoral. Apesar das dúvidas da manhã, nenhum eleitor foi impedido de votar.

“A eleição está tranquila, algumas poucas filas. Depois do almoço o movimento deve aumentar, como sempre acontece”, afirmou uma das lideranças da Jaguapiru, Leoson Mariano. Segundo ele, o Rani está sendo aceito normalmente nas seções de votação.

Leomar Mariano, também da Jaguapiru, disse que em Dourados a maioria dos moradores da reserva indígena tem a carteira de identidade emitida pela Funai. “Todo mundo está votando normalmente. Tudo ocorrendo dentro da normalidade”.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions