ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 21º

Política

Com votos de 11 ministros, STF decide restringir foro privilegiado

Marta Ferreira | 03/05/2018 15:50
O ministro Gilmar Mendes foi o último a votar. (Foto:STF)
O ministro Gilmar Mendes foi o último a votar. (Foto:STF)

Por 11 votos a zero, o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta quinta-feira (3) restringir a regra do foro privilegiado para deputados federais e senadores. O último a votar foi o ministro Gilmar Mendes, na retomada da votação nesta quinta-feira.

Pela norma atual, deputados federais e senadores são julgados no STF em ações criminais relativas a qualquer tipo de crime, praticado antes ou durante o mandato. Com a decisão, só deverão ser julgados no Supremo processos que tratem de crimes praticados durante o exercício do mandato e que tenham relação com a função parlamentar.

O julgamento foi iniciado no dia 31 de maio, parou depois do pedido de vistas de ministros, foi retomado ontem, quando foi suspenso já com 10 votos pela restrição.  

 

Nos siga no Google Notícias