A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/03/2011 10:40

Com reforma, deputados terão gabinetes maiores e garagem subterrânea

Aline dos Santos e Ítalo Milhomen
Segundo Côrrea, a obra deveria ter sido retomada hoje, mas foi adiada devido à chuva. (Foto: João Garrigó/Arquivo)Segundo Côrrea, a obra deveria ter sido retomada hoje, mas foi adiada devido à chuva. (Foto: João Garrigó/Arquivo)

A reforma da Assembleia Legislativa, cujas obras serão retomadas depois de cinco anos, trará mais conforto aos deputados estaduais.

No projeto, consta garagem subterrânea, acessada por elevador, e gabinetes maiores. De acordo com o primeiro secretário da Casa, deputado Paulo Correa (PR), a obra deveria ter sido retomada hoje, mas foi adiada devido à chuva.

O parlamentar explica que será feita a limpeza do terreno e da estrutura já existente. O aviso para a empresa Delta Desenvolvimento de Engenharia Ltda retomar a obra foi publicado no dia 18 de fevereiro, com previsão global de R$ 6,2 milhões. Segundo Côrrea, os preços serão reavaliados.

Com a reforma, a parte subterrânea da Casa será transformada em estacionamento para os veículos do deputado, que terão elevador de acesso aos gabinetes. Os gabinetes vão aumentar de 47 m² (metros quadrados) para 87 m² e ficarão no segundo andar.

No fim do ano passado, os deputados aprovaram projeto aumentando o limite de assessores parlamentares de 10 para 20 pessoas.

No atual cenário, cada assessor ocupa 2,35 m². Com a ampliação, em caso de o gabinete ter os 20 assessores permitidos, cada um vai dispor de 4,35m².

O primeiro piso vai concentrar as diretorias da casa, a TV Assembleia e o setor de serviços. Também será construído um segundo plenarinho.

Assembleia Legislativa vai retomar obras para construção de anexo
A reforma para ampliar o prédio da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul será retomada. O reinício das obras, a cargo da empresa Delta Desenvo...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


Palhaçada!!!!!!!!! E as inúmeras familias com suas casas alagadas????? ah nem adianta falar nada.... isso não vai mudar nunca, infelizmente. Acho que morrerei e não irei ver o Brasil com um país sério com políticos que realmente se preocupam com o povo. Triste
 
andrea Burque em 01/03/2011 12:27:33
Ué... proibiram obras de uma faculdade e agora irão construir na Parque?? E com garagem subterrânea???... Mas tudo bem, estão defendendo o meio ambiente mais confortável para eles.... É pá cabá!!!
 
Cristian Moraes em 01/03/2011 12:10:10
Enquanto isso, a população da pireferia de Campo Grande sofre com ruas emburacadas, lamacentas, sem iluminação, esgoto, etc... Isso é uma beleza! Coitado do povo que elege politícos que só penssam no própio bem-estar!
 
JULIANO MACEDO em 01/03/2011 11:44:19
Reforma para ficarem mais confortáveis, ora tenham a santa paciência, enquanto o Governo Federal corta verbas para ajustar as contas, esses "deputados" nos falam em conforto......as pessoas que são vítimas de enchente não estão confortáveis agora "Excelentíssimos". Porque vocês não diminuem os assessores? Aumentam os salários e ainda aprovem projeto de reforma, tudo isto na surdina, nós estamos enrolados mesmo.........
 
Cláudio Roberto de Oliveira em 01/03/2011 11:31:00
Quanto dinheiro jogado fora. Verba esta, que deveria estar sendo designada para atendimento as pessoas que necessitam, e destinam cada vez mais e mais para os políticos deitarem e rolarem com o dinheiro público, e caçoarem do povo. Pois é isto que anda acontecendo não só aquí mais como em todo país.
 
Marcelo Max em 01/03/2011 11:24:07
Tudo que é benefício para esses deputados eles aprovam (aumento do própio salário, agora esse prédio com elevador)... agora vai falar para eles aumentarem o salário mínimo.... que é um absurdo de pouco....
 
Rafael em 01/03/2011 10:50:46
eu não acredito que vão fazer essa palhaçada na assembleia,o que esses deputados pensam que são,eles já viram como funcionam os mandatarios de outros paises do primeiro mundo.eu já não aguento mais tanta exploração do dinheiro publico.isso é brincar com os eleitores e rir na cara deles.
 
ISMAEL ROZENDO BENITEZ em 01/03/2011 04:57:34
Se essa verba fosse utilizada para pavimentação asfáltica, drenagem, sistema de abastecimento de água e esgoto; a População Carente, garantiria a realização do sonho da CASA PRÓPRIA com o tão "PROMETIDO" sub-sídio do Governo! Ou no minímo uma Qualidade de Vida Melhor!
 
Zuleika Gonçalves em 01/03/2011 03:47:05
" Vai começar tudo de novo,vai ter gente com saudades do Rigo"
 
jorge silva em 01/03/2011 02:30:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions