A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

24/07/2018 11:15

Confiando em soltura ainda nesta 3ª, MDB planeja coletiva de Puccinelli

Partido acredita que decisão do desembargador Maurício Kato ocorra ainda hoje no TRF 3

Leonardo Rocha
Direção do MDB realizou coletiva na última sexta-feira na sede do partido (Foto: Anahi Gurgel)Direção do MDB realizou coletiva na última sexta-feira na sede do partido (Foto: Anahi Gurgel)

A direção do MDB espera que nesta tarde (24) haja uma posição do TRF3 (Tribunal Regional Federal de 3ª Região), sobre o pedido de habeas corpus do ex-governador André Puccinelli (MDB). Caso ele seja solto, o partido já planeja realizar um coletiva de imprensa, onde o pré-candidato ao governo vai poder se manifestar sobre toda esta situação.

“Acreditamos que a partir das 15h, o desembargador Maurício Kato já terá analisado o processo e vai decidir sobre o nosso pedido de habeas corpus. Com o André (Puccinelli) solto, vamos recebê-lo e abrir espaço para ele se manifestar à população”, disse o presidente municipal do MDB, Ulisses Rocha.

Ele avalia que é importante o ex-governador se manifestar, até para mostrar à sociedade que a “prisão na se justifica” nas vésperas das convenções. “Se trata apenas de material requentado, sem novidades, que quiseram transformar em verdades. O sentimento do partido é de injustiça”, disse o dirigente partidário.

André foi preso na última sexta-feira (20) pela Polícia Federal, junto com seu filho André Puccinelli Júnior e o advogado João Paulo Calves. Neste momento o trio está no Centro de Triagem Anísio Lima, que fica no Complexo Penal de Campo Grande. Nesta manhã (24) recebeu visita de advogados, que disseram que ele está animado para uma eventual decisão positiva da Justiça.

Habeas corpus - A defesa do ex-governador entrou com pedido de habeas corpus ontem (23), destinando a ação para o desembargador Paulo Fontes do TRF 3, que inclusive foi o responsável pela sua soltura no final do ano passado, no entanto como ele está de férias, o pedido seguiu para (desembargador) Maurício Kato.

O Campo Grande News apurou que existe uma movimentação intensa de advogado na cela de Puccinelli e que de a acordo com os servidores, o clima no local é de “tranquilidade”, não tendo nenhuma reclamação ou qualquer pedido por exemplo, de atendimento médico.

Os dirigentes do MDB reafirmaram a pré-candidatura de Puccinelli ao governo, mantendo inclusive a data da convenção para o dia 4 de agosto, na sede da Associação Nipo Brasileira. A expectativa das lideranças é que o ex-governador consiga o habeas corpus, para retomar as agendas e compromissos políticos que antecedem a campanha.

André Puccinelli está preso no Centro de Triagem Anízio Lima, em Campo Grande (Foto: Saul Schramm)André Puccinelli está preso no Centro de Triagem Anízio Lima, em Campo Grande (Foto: Saul Schramm)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions