A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

23/01/2014 13:29

CPI da Homex apura em depoimento hoje responsabilidades e calote

Kleber Clajus
Vereadores irão averiguar responsabilidade técnica de profissionais e calote da Homex (Foto: Marcos Ermínio / Arquivo)Vereadores irão averiguar responsabilidade técnica de profissionais e calote da Homex (Foto: Marcos Ermínio / Arquivo)

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Homex ouvem, a partir das 14h desta quinta-feira (23), representantes do Crea/MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) e Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção). A ideia é apurar o número de empresas que sofreram calote da construtora mexicana, bem como a responsabilidade dos profissionais que participaram das obras. Os depoimentos ocorrem no auditório Edroim Reverdito, na Câmara Municipal de Campo Grande.

A presidência dos trabalhos retorna ao vereador Alceu Bueno (PSL), que teve mandato cassado pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) por suposta compra de votos, mas obteve liminar no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para continuar no cargo até o julgamento de recurso.

De acordo com o membro da CPI, vereador Otávio Trad (PT do B), do CREA/MS o objetivo é apurar a responsabilidade técnica dos profissionais que participaram do empreendimento. Já do Sinduscon há busca por saber quantas empresas levaram calote da Homex, em Campo Grande.

Outros depoimentos também estão agendados para o dia 30 de janeiro, às 14h, quando serão ouvidos representantes da Homex, Prefeitura de Campo Grande, Caixa Econômica Federal e da VBC Engenharia, empresa que assumiu a continuidade das obras abandonadas pela construtora mexicana.

Histórico - Das três mil casas que a Homex se propôs a construir na Capital, a empresa vendeu 700, mas não entregou 272. A construtora também é acusada de calote de R$ 24 milhões com fornecedores, com processos iniciados em 2012 e 2013.

A fim de resolver o impasse, a Caixa Econômica Federal contratou em setembro a empresa VBC Engenharia Ltda para dar continuidade às obras dos 272 apartamentos abandonados em fase de construção e adquiridos através do Programa Minha Casa Minha Vida. Já em dezembro, a nova construtora realizou levantamento sobre os materiais necessários e no dia 6 de janeiro iniciou os trabalhos. O cronograma de obras tem previsão de entrega das unidades habitacionais para o primeiro semestre de 2015.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions