A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

24/09/2013 13:09

CPI da Homex vai se reunir com moradores nesta quarta-feira

Elverson Cardozo e Leonardo Rocha

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Homex marcou uma reunião, nesta quarta-feira (25), para ouvir os moradores. São inúmeras as irregularidades deixadas pela empresa mexicana que veio a Campo Grande com a promessa de construir 3 mil casas, mas “quebrou” antes de concluir as obras. Na lista de prejudicados, estão os trabalhadores, comércio local e subempreiteiros, que não receberam.

Depois do encontro de amanhã, que deve acontecer às 18h, serão feitas as primeiras convocações da Comissão, que vai usar, inclusive, técnico da CPI do Calote.

Hoje, durante reunião na Câmara Municipal, a comissão também definiu que vai contratar um advogado e um engenheiro para ajudar na parte técnica e vai requisitar, por meio do Crea-MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul) e do CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo), mais um engenheiro e um arquiteto, sem custo para a CPI.

Um dos objetivos é descobrir quem é o dono da área onde estão sendo construídos os prédios e saber se o espaço é quitado. Com a Prefeitura, os parlamentares pretendem descobrir se houve isenções de impostos e taxas para a empresa vir a Campo Grande.

A preocupação é que a Homex sai da cidade e os prédios fiquem “condenados”. Para se precaver, a CPI já solicitou os contratos firmados pela empresa, além daqueles feitos pela Caixa Econômica, com empreiteiros e com a Prefeitura.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions