A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

03/11/2015 08:18

CPI do Cimi recebe produtores e procurador do MPF para depoimentos

Leonardo Rocha
CPi do Cimi vai ter novos depoimentos de produtores e MPF, nesta terça-feira (Foto: Wagner Guimarães)CPi do Cimi vai ter novos depoimentos de produtores e MPF, nesta terça-feira (Foto: Wagner Guimarães)

A CPI do Cimi (Conselho Indigenista Missionário) vai receber hoje (03), a partir das 14h, três depoimentos para tentar apurar se a instituição incentiva ou financia as invasões de terras em Mato Grosso do Sul. O primeiro ser o procurar da República, Emerson Kalif e depois os produtores rurais Vanth Vanni Filho e Mirian Alves Corrêa.

Esta investigação está na fase de depoimentos, ainda com muita polêmica, já que antes da sua criação houve protesto e ação da bancada do PT para tentar barrar a comissão parlamentar. Eles alegam que esta CPI está apenas tentando identificar culpados, ao invés de buscar uma solução para o conflito no campo, em Mato Grosso do Sul.

Para esta terça-feira, os integrantes da comissão irão ouvir o procurar-chefe da República, Emerson Kalif, que como representante do MPF (Ministério Público Federal), acompanhou todos os acontecimentos no Estado, inclusive as consequências após a morte do índio Oziel Gabriel, de 36 anos, morto durante a reintegração de posse, na fazenda Buriti, em Sidrolândia, em maio de 2013.

Os deputados também vão buscar provas nos depoimentos dos produtores Vanth Vanni Filho, que é do município de Sidrolândia, e Mirian Alves Corrêa, de Aquidauana, que tiveram suas terras invadidas em 2013. Eles poderão confidenciar e durante estes atos presenciaram a participação ou influência do CIMI nas invasões às propriedades.

A CPI é formada pelos deputados Mara Caseiro (Pt do B), presidente, Marquinhos Trad (PMDB), vice-presidente, Paulo Corrêa (PR), relator, Onevan de Matos (PSDB) e Pedro Kemp (PT), membros da comissão.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions