A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/07/2012 19:03

De olho em vaga de Duarte na Assembleia, Lídio abre mão de disputar reeleição

Fabiano Arruda
Vereador Lídio Lopes pode assumir vaga do deputado Paulo Duarte, que concorre à Prefeitura de Corumbá. (Foto: Divulgação)Vereador Lídio Lopes pode assumir vaga do deputado Paulo Duarte, que concorre à Prefeitura de Corumbá. (Foto: Divulgação)

O vereador Lídio Lopes (PP) não vai concorrer à reeleição neste ano porque já tem um objetivo maior: virar deputado estadual. Ele é o primeiro suplente na coligação que elegeu Paulo Duarte (PT) deputado estadual, em 2010, e por isso, já está de olho na vaga.

O petista concorre à Prefeitura de Corumbá e tem preferência nas pesquisas.

A decisão agrada o PP no Estado, diz o vereador, já que, a legenda aumentaria a bancada na Casa de Leis, que hoje conta apenas com o deputado Alcides Bernal (PP).

Caso o radialista vença a eleição para prefeito da Capital, a sigla manteria pelo menos uma cadeira.

Para que a trajetória seja sacramentada, Lídio admite participar da campanha de Duarte em Corumbá, embora o PP não seja aliado da candidatura petista no município.

Sobre Campo Grande, o progressista afirma que vai trabalhar apenas na campanha dos vereadores do partido. Ele não quis garantir que vá subir no palanque de Bernal, nem de Edson Giroto (PMDB). Mas assegurou que segue na base aliada do prefeito Nelsinho Trad (PMDB) até o final do mandato.

Aliás, voltou a reclamar do deputado. Argumenta que nunca foi convidado a participar de reuniões do partido e não foi valorizado. A rusga entre os dois é antiga e já foi externada publicamente diversas vezes por ambos.

Renúncias - Além de Lídio, outros sete candidatos a vereador em Campo Grande renunciaram a disputa. Andreia Olarte (PTdoB), Lia Fernandes (PTN), Fátima Nóbrega (PRB), Ivone Sosa (PTN), Ozaira Silva (PV), Coronel Ayres (PTN) e Simone Trapp (PSC).

No caso de Olarte, a renúncia ocorreu dias depois do marido, Gilmar Olarte, ser anunciado como vice na chapa de Alcides Bernal (PP) à Prefeitura de Campo Grande, já que ela iria concorrer na chapa de partidos liderada pelo PMDB.

Da atual Legislatura na Câmara, o vereador Cristóvão Silveira (PSDB) também abriu mão de disputar a reeleição. “Em cinco mandatos fiz o que foi possível para a cidade. Agora vou cuidar da minha vida e minha família”.

Briga entre Lídio e Bernal vai parar na tribuna da Câmara Municipal
O presidente estadual do PP, deputado estadual Alcides Bernal (PP), ainda não conseguiu se entender com outros dois líderes de seu partido, president...
Tribunal marca julgamento da apelação de Lula para janeiro de 2018
O Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, marcou para 24 de janeiro de 2018 o julgamento da apelação do ex-presidente ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions