A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Março de 2019

25/02/2019 13:30

De volta à ativa, Puccinelli vai à Câmara Municipal e visita vereadores do MDB

O ex-governador passou pelos gabinetes dos parlamentares para conversar sobre os rumos do partido

Mayara Bueno
Puccinelli com o vereador Loester. (Foto: Divulgação/Assessoria).Puccinelli com o vereador Loester. (Foto: Divulgação/Assessoria).

O ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (MDB), foi à Câmara Municipal de Campo Grande na manhã desta segunda-feira (dia 25). A visita cortesia incluiu a ida aos gabinetes dos vereadores Loester Nunes e Wilson Sami, ambos do MDB. 

Segundo as respectivas assessorias, Puccinelli conversou rapidamente sobre os rumos do partido. A reportagem tentou falar com ele, além dos parlamentares, mas as ligações não foram atendidas.

O ex-governador deixou a prisão em 19 de dezembro. No dia seguinte, foi visto deixando sua residência, em Campo Grande, ao lado do advogado Renê Siufi. Na ocasião, disse que não era “momento de dar declarações”, evitando dar entrevista.

Vereador Wilson Sami com o ex-governador. (Foto: Divulgação/Assessoria).Vereador Wilson Sami com o ex-governador. (Foto: Divulgação/Assessoria).

Puccinelli foi detido em 20 de julho pela segunda vez – em novembro de 2017, foram cerca de 40 horas à disposição da Justiça, também dentro das investigações da operação Papiros de Lama.

A operação investiga o uso do Instituto Ícone como suposto destino de recursos ilegais, provenientes de pagamentos de propina e desvios de verbas públicas, a serem entregues para Puccinelli.

Registrado em nome do advogado João Paulo Calves – também preso na ação, mas solto em 23 de outubro deste ano e colocado sob medidas restritivas de liberdade–, o Ícone pertenceria de fato a Puccinelli Junior, filho do ex-governador.

Também no dia seguinte à soltura de André, o então presidente da Assembleia Legislativa de MS, ex-deputado Junior Mochi (MDB), afirmou que o partido aguardava a liberação do ex-governador, que ainda é presidente do partido, para reorganizar o MDB.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions