A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/07/2009 15:45

DEM decide não fazer parte da administração de Artuzi

Redação

O vice-presidente regional do DEM, deputado estadual Zé Teixeira, anunciou nesta terça-feira que o DEM decidiu não aceitar cargos na prefeitura de Dourados.

Após desmantelamento do secretariado do prefeito Ari Artuzi (PDT), a partir da operação Owari, da Polícia Federal, o partido chegou a ser sondado, mas não aceitou o convite do prefeito.

Zé Teixeira disse que o DEM criou uma comissão para analisar o convite feito por Artuzi e que, após ampla discussão, seus membros entenderam que a administração municipal deve ser preenchida por técnicos especializados e não por políticos.

Integram a comissão os democratas Roberto Alva, secretário-geral do DEM, Idenor Machado, Marisvaldo Zeuli, presidente do Sindicato Rural, e o líder do prefeito Ari Artuzi na Câmara de Vereadores de Dourados, Júnior Teixeira (PDT).

"Apesar de o Democratas entender que Dourados está acima de questões políticas e que o município é maior do que qualquer crise institucional, a comissão chegou a conclusão de que a gestão pública deverá ser conduzida por técnicos e não por políticos", explicou o deputado.

O democrata revelou que durante a conversa, Artuzi ofereceu duas secretarias para o DEM integrar a sua administração

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions