A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

26/11/2014 17:06

Depois de 2 semanas de trabalho, transição finaliza encontros nas secretarias

Ludyney Moura
Primeiras reuniões de transição duraram 14 dias, e foram acompanhadas de perto por Puccinelli e Azambuja (Foto: Divulgação/Jessica Barbosa/PSDBMS)Primeiras reuniões de transição duraram 14 dias, e foram acompanhadas de perto por Puccinelli e Azambuja (Foto: Divulgação/Jessica Barbosa/PSDBMS)

Terminaram nesta quarta-feira (26) as primeiras reuniões de trabalho das equipe de transição formada por representantes do atual governado, de André Puccinelli (PMDB), com membros indicados pelo futuro chefe do Executivo Estadual, Reinaldo Azambuja (PSDB). O próximo passo é o levantamento dos dados solicitados pelos tucanos.

"Não tenho dúvidas de que vamos fazer uma transição com muita qualidade para o próximo governo", frisou o coordenador tucano da transição, Marcelo Miglioli, que comandou os trabalhos ao lado da atual secretaria estadual de administração, Thie Higuchi.

Ao todo, desde o último dia 12 de novembro, as duas equipes se encontraram em 10 ocasiões e ouviram explanações iniciais de todas as secretarias, autarquias e fundações estaduais. Azambuja solicitou um relatório pormenorizado da gestão de Puccinelli.

Reinaldo indicou ao todo 15 pessoas para integrarem sua equipe de transição governamental. São estes que, a partir de agora, estão responsáveis por coletar o maior número de informações possíveis que oferecem um panorama do atual governo.

Miglioli cuidará da transição na SEOP (Secretaria de Estado de Obras Públicas e Transportes) e Sehac (Secretaria de Estado de Habitação e das Cidades). O presidente estadual do PSDB e depuado federal eleito, Marcio Monteiro, cuidará das secretarias de Fazenda, Administração e Gestão de Recursos Humanos.

Ademar da Silva Junior, ex-presidente da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) e Athayde Nery, presidente regional do PPS, vão coordenar os trabalhos de transição nas secretarias de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e da Tecnologia e na Secretaria de Desenvolvimento Agrário, da Produção, do Comércio e do Turismo. Athayde também fará o trabalho de transição na Fundação de Cultura.

Sérgio de Paula, chefe de gabinete do mandato parlamentar de Reinaldo, e Eduardo Riedel, presidente da Famasul, ficaram responsáveis pelas Secretarias de Governo e Casa Civil.

A vice-governadora eleita Rose Modesto está coordenando os trabalhos na Secretaria de Assistência Social e Maria Cecília Amêndola da Mota, na secretaria de Educação. O relatório da Secretaria de Estado de Saúde será produzido sob a coordenação do médico Nelson Barbosa Tavares e o da Secretaria de Justiça e Segurança Pública, pelo promotor Sílvio Cesar Maluf.

O presidente municipal do PSDB, Carlos Alberto Assis, vai responder pela transição na Fundação de Esporte, Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen). Bosco Martins ficou responsável pela Fundação de Rádio e TV Educativa e pela Subsecretaria de Comunicação. O presidente do Solidariedade, Alessandro Menezes, fará o trabalho técnico de levantamento de dados na MSGás e na Sanesul.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions